Sociedade

Exército abre concurso para 25 vagas de oficiais

Na passada quarta-feira, o Exército de Portugal abriu concurso para a admissão de cidadãos na categoria de Oficial. O cargo visa a prestação de serviço militar em regime de contrato e prevê o preenchimento de um total de 25 vagas, distribuídas pelas
Versão para impressão
Na passada quarta-feira, o Exército de Portugal abriu concurso para a admissão de cidadãos na categoria de Oficial. O cargo visa a prestação de serviço militar em regime de contrato e prevê o preenchimento de um total de 25 vagas, distribuídas pelas diferentes áreas funcionais e especialidades, de norte a sul do país.
 
Publicado em Diário da República, o concurso aceita todos os “cidadãos que satisfaçam os requisitos de admissão (ter nacionalidade portuguesa e as habilitações literárias mínimas exigidas para cada uma das funções em concurso) e se comprometam a prestar serviço no Exército por um período mínimo de dois anos”. 

As vagas disponíveis são variadas e incluem, por exemplo, Comando, Operações Especiais e Paraquedista, Arquitetura, Engenharia Informático, Administração e Finanças, Tradução de Línguas Germânicas, Técnico de Material Eletrónico, Direito, Tradução de Línguas Românicas, Medicina e Medicina Veterinária. 

Para os diferentes cargos são exigidas diferentes habilitações, desde licenciatura numa área especializada a mestrado integrado. Por exemplo, para Comando, Operações Especiais e Paraquedista é pedida qualquer uma licenciatura ou mestrado integrado, tal como acontece na Condução Auto. 

No entanto, no caso das funções na área do Direito, por exemplo, é exigida licenciatura na área antes da adequação ao processo de Bolonha, ou, em alternativa, mestrado obtido no âmbito do processo de Bolonha, tal como acontece com as funções em Arquitetura. 

As candidaturas devem ser apresentadas até dia 8 de Outubro, data até à qual os interessados devem ter idade igual ou inferior a 27 anos (30, no caso específico da medicina). É ainda exigida “aptidão psicofísica adequada”, “bom comportamento moral e cívico”, o devido cumprimento das obrigações militares, uma altura mínima de 1,60 no caso de concorrentes masculinos e de 1,56 no caso de concorrentes do sexo feminino.

Do processo de seleção fazem parte uma prova de aptidão física, que tem por finalidade “verificar as capacidades motoras e a robustez física necessárias para a frequência do curso”, e uma prova de aptidão psicológica, para avaliação das capacidades psicomotoras e cognitivas, características da personalidade dos candidatos e adequação ao perfil funcional a que concorrem. Há ainda a realização de exames médicos e uma entrevista de orientação para efeitos eliminatórios. 

As candidaturas devem ser feitas para a Direção de Obtenção de Recursos Humanos (Avenida de França, 235, 2º, 4050 -278 Porto), acompanhadas dos documentos exigidos para a sua formalização (bilhete de identidade ou cartão do cidadão, certificado de habilitações, certificado de registo criminal, Curriculum Vitae e carta de condução).
 
Toda a informação AQUI. Para mais esclarecimentos, ligar para 800 201 274.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub