©Andres Putting/Eurovisão
Cultura Em Destaque

Eurovisão reconquista famílias portuguesas

Estudo do IPAM sublinha impacto financeiro e reputacional do Festival para o país
Versão para impressão

 

Maioria dos portugueses diz que vai assistir ao Festival da Eurovisão (68%), representando um potencial aumento de cerca de 20% comparativamente aos 48,6% que habitualmente assiste; 69% dos inquiridos indica que a vitória do ano passado serve como motivação para assistir enquanto para 66% dos portugueses a realização do Festival pela primeira vez em Portugal é o verdadeiro motivo.

78,4% dos portugueses é cética quanto à possibilidade de Portugal poder vencer a competição; 82,1% dos portugueses indica ser positivo e muito importante a realização da edição de 2018 do Festival da Eurovisão em Portugal; Maioria dos portugueses considera que evento terá impacto em Portugal tanto no reconhecimento da capacidade do país para organizar grandes eventos como na notoriedade e no aumento de receitas diretas e indiretas.

O Festival da Eurovisão da Canção reconquistou as famílias portuguesas, de acordo com o estudo do IPAM sobre o impacto global deste grande evento de entretenimento junto da população portuguesa, realizado entre abril e maio de 2018, com a maioria dos portugueses a confirmar a sua intenção de assistir ao Festival (68%), registando-se um potencial aumento de cerca de 20% relativamente aos 48,6% que habitualmente não perde esta iniciativa.

De referir que para 66% dos inquiridos o facto do Festival se realizar, pela primeira vez, em Portugal é motivo para considerarem assistir à edição deste ano mas a maioria dos portugueses (69%) indica a vitória de Portugal em 2017 como a grande motivação para assistir à edição de 2018.

Relativamente à importância da realização do primeiro Festival da Eurovisão da Canção em Portugal, 82,1% da população inquirida indica ser positivo e muito importante a realização do Festival em Portugal, embora uma maioria de 78,4% revele estar cética quanto à possibilidade de Portugal poder vencer a competição.

O estudo identificou os indicadores que refletem o impacto positivo do evento para o país: a maioria dos inquiridos referiu a imagem de Portugal enquanto país com capacidade para organizar grandes eventos, seguindo-se a notoriedade e o aumento das receitas económicas referentes não só à organização do evento mas também ao aumento do número de turistas e de visitantes no país, durante este mês. Já a música portuguesa foi surpreendentemente considerada um indicador menos relevante por parte dos inquiridos.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub