Mundo

Euromilionários pagam prótese a menino britânico

Um menino de 13 anos cuja perna foi amputada na sequência de um cancro vai receber uma prótese que lhe permitirá voltar a ter uma vida normal graças à generosidade de um casal escocês que venceu o Euromilhões e se ofereceu para ajudar.
Versão para impressão
Um menino de 13 anos cuja perna foi amputada na sequência de um cancro vai receber uma prótese que lhe permitirá voltar a ter uma vida normal graças à generosidade de um casal escocês que venceu o Euromilhões e se ofereceu para suportar todos os custos da cirurgia.
 
A perna de Kieran Maxwell teve de ser amputada no passado mês de Março depois de a criança ter sido diagnosticada com Sarcoma de Ewing, uma forma de cancro maligno nos ossos, rara e muito agressiva, em Outubro de 2010. 
 
Ainda assim, Kieran não se deixou abater e prova disso é que, em Junho,transportou a tocha olímpica num gesto que emocionou todos os presentes. Durante o percurso acabou por cair, mas com a ajuda dos que o acompanhavam chegou ao final do caminho com sucesso.
 
Ao conhecer a história do menino através de uma carta que lhes foi enviada pela avó de um dos seus amigos, Colin e Chris Weir, que ganharam 161 milhões de libras no Euromilhões, decidiram ajudar e doar parte do prémio para mudar a vida do pequeno Kieran.
 
“O que eles fizeram pelo Kieran pode ser uma pequena gota no oceano para eles, mas vai mudar a vida do meu filho”, afirmou Nicola Maxwell, mãe do menino, citada pela BBC. 
 
“Ele vai poder voltar a ser um menino normal. Voltar a ser ele próprio. Não há palavras para descrever a importância do que eles fizeram”, acrescentou a progenitora que contou que, quando soube da novidade, Kieran “começou a gritar e a dançar e não queria acreditar”. 
 
Já há bastante tempo que a família do menino estava a tentar angariar fundos para pagar uma prótese mais leve, uma vez que a que tem atualmente é muito pesada e lhe limita os movimentos. A situação emocionou o casal Weir que, com frequência, tem dado apoio monetário a causas que lhe são queridas.
 
“Quando ouvimos a história do Kieran e os esforços incríveis da sua família para angariar dinheiro para uma nova prótese, tivemos de ajudar. É um privilégio apoiá-los”, afirmou Colin Weir.
 
Apesar da ajuda prestada, os pais de Kieran vão continuar a angariação de fundos, sendo que as receitas passarão, agora, a reverter para o Toma Fund, um fundo destinado a ajudar adolescentes com cancro. Quanto ao menino britânico, voará para os EUA ainda esta semana, onde receberá a nova prótese.

Clique AQUI para aceder ao site do fundo do pequeno Kieran (em inglês).

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub