Gastronomia

EUA: Wine Enthusiast dá destaque a tinto alentejano

A prestigiada revista norte-americana Wine Enthusiast atribuiu, recentemente, 90 pontos (num total de 100) ao vinho alentejano "Herdade das Servas Colheita Selecionada Tinto 2012".
Versão para impressão
A prestigiada revista norte-americana Wine Enthusiast atribuiu, recentemente, 90 pontos (num total de 100) ao vinho alentejano “Herdade das Servas Colheita Selecionada Tinto 2012”, voltando a colocar a produção vínica portuguesa em destaque no panorama mundial.
 
A crítica, que vai ser publicada, em papel, na edição de Junho da revista, já está disponível 'online' e é assinada por Roger Voss, editor europeu da Wine Enthusiast e “profundo conhecedor dos vinhos portugueses”, que descreve este tinto da colheita de 2012 como um vinho “poderoso” e “com uma estrutura concentrada”, revela a Herdade das Servas em comunicado enviado ao Boas Notícias.
 
“Este é um vinho poderoso, rico em taninos e frutos pretos maduros e com uma estrutura sólida e concentrada” em que sobressai a pimenta, elogia Voss, considerando que se trata de um tinto “maduro e picante”, com densidade e que será melhor saboreado a partir de 2016, dado que “precisa de mais tempo” para se desenvolver.
 
Para a Serrano Mira – Sociedade Vinícola, responsável pela produção do vinho, a apreciação positiva da Wine Enthusiast “uma boa notícia com destino ao Alentejo” que “vem cimentar” a sua 'performance', depois de a colheita de 2011 ter sido distinguida com cinco medalhas (três de ouro e duas de prata) em grandes competições mundiais como o International Wine Challenge ou o Concours Mondial de Bruxelles.
 
A produtora descreve o “Herdade das Servas Colheita Selecionada Tinto 2012” como um “típico alentejano de 'blend' criado a partir de Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Aragonez e Trincadeira”. De “cor rubi escura”, é “fresco e envolvente”, beneficiando de uma acidez que lhe confere “elegância”.
 
A família Serrano Mira é uma das mais antigas na produção de vinho do Alentejo: nas suas propriedades foram conservadas talhas de barro utilizadas na feitoria do vinho que datam de 1667. 
 
Na atualidade, a Herdade das Servas zela por um património vitivinícola de 300 hectares, destacando-se as vinhas do Azinhal, da Judia, do Monte dos Clérigos (a mais antiga) e das Servas. 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório