Inovação e Tecnologia

EUA: T-shirt inovadora armazena energia elétrica

Uma equipa de cientistas da Universidade da Carolina do Sul, nos EUA, decidiu dar a uma t-shirt banal uma funcionalidade especial, transformando-a num depósito de energia elétrica.
Versão para impressão
Uma equipa de cientistas da University of South Carolina, nos EUA, decidiu dar a uma t-shirt banal uma funcionalidade especial, transformando-a num depósito de energia elétrica. O objetivo é que, no futuro, quem vestir uma peça de roupa como esta possa carregar a bateria de aparelhos como telemóveis ou leitores de mp3 em qualquer lugar.
 
Xiaodong Li, professor de engenharia mecânica naquela universidade, e o seu colega Lihong Bao juntaram-se e, partindo de uma t-shirt de algodão comum, estudaram um método que lhes permitisse convertê-la num “armazém” portátil de energia.
 
A t-shirt foi mergulhada numa solução de fluoreto e cozida a altas temperaturas num forno especial, capaz de eliminar o oxigénio no seu interior para evitar que o tecido entrasse em combustão. 
 
Depois do procedimento, os investigadores constataram que as fibras da t-shirt tinham passado de celulose para carbono ativado, mas que o tecido tinha mantido a sua flexibilidade, podendo ser dobrado sem problemas.
 
A peça de roupa mostrou, assim, poder funcionar como um depósito de eletricidade. Usando pequenos pedaços do tecido como elétrodos, a equipa de Li demonstrou que o material cumpre o papel de um capacitador – componente presente em quase todos os dispositivos eletrónicos, capaz de armazenar energia. 
 
Para finalizar, os especialistas aumentaram esta capacidade de armazenamento através de um outro procedimento, que passou por cobrir as fibras individuais do têxtil com uma camada de óxido manganês, o que incrementou o desempenho dos elétrodos do tecido.
 
Em comunicado divulgado pela Universidade, Xiaodong Li afirma que, graças a esta capacidade aumentada, t-shirts do género poderão, um dia, permitir carregar dispositivos como telemóveis e até portáteis onde quer que se esteja.
 
Além disso, o responsável pelo estudo, publicado no jornal Advanced Materials, mostrou-se particularmente satisfeito com os resultados porque, mais do que apenas armazenar energia, a t-shirt é, também, ecológica.
 
Embora a capacidade de armazenar t-shirt em determinados materiais não seja nova, Li salienta as vantagens do método que desenvolveu. “Métodos anteriores semelhantes ao nosso são pouco amigos do ambiente, porque usam químicos ou petróleo como materiais iniciais. Esses processos são complicados e produzem efeitos secundários prejudiciais. O nosso método, pelo contrário, é barato e verde”, conclui.

Clique AQUI para aceder ao estudo e AQUI para ler o comunicado da Universidade. 

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório