Mundo

EUA: mais antiga trabalhadora reforma-se

NULL
Versão para impressão
Sally Gordon é já um dos ícones do Capitólio do Nebraska, EUA, onde trabalhou até esta terça-feira, mesmo com a idade avançada de 102 anos, um recorde no país que já a reconheceu como o trabalhadora mais antiga ainda a trabalhar no ativo.

"Ainda estou nova. Quero gozar a minha reforma", anunciou Sally, que chegou a assistir à construção do edifício onde trabalhou até agora e que foi inaugurado em 1927.

Viúva desde 1969, com quatro filhos, sete netos e seis bisnetos, Sally sempre foi reconhecida pelo seu porte irrepreensível e chapéus com estilo com que ia trabalhar. Continua a caminhar sete quarteirões para chegar ao trabalho, a fazer as compras, faz jardinagem e não vê televisão.

"Ela é um milagre", conta o filho de Sally, Jim Gordon, com 64 anos,ao jornal Washington Post. "Não sei outra forma de a descrever. Ela simplesmente continua, continua e continua", elogia o advogado .

Nascida em 1909, passou por entre 15 a 20 trabalhos durante os 84 anos de carreira desde secretária, repórter no tribunal ou modelo. "Tornou-se quase uma instituição por aqui. É um modelo para todos nós", declarou o Governador Dave Heineman que até ficou surpreendido com a notícia.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub