Mundo

EUA: Cadela viaja de autocarro sozinha

Entre os passageiros dos autocarros de Seattle, nos EUA, há um viajante que chama a atenção: a cadela Eclipse que aprendeu a apanhar o autocarro certo para chegar ao parque onde costuma passear.
Versão para impressão
Entre os passageiros dos autocarros de Seattle, nos EUA, há um viajante que chama a atenção: a cadela Eclipse que aprendeu a apanhar o autocarro certo para chegar ao parque onde costuma passear. 
 
O caso chamou a atenção da imprensa norte-americana que tem noticiado amplamente a aventura desta cadela labrador. A agência Associated Press (AP) relata que o animal de dois anos de idade já é conhecido entre os passageiros e os condutores dos autocarros da linha D, que conduz ao parque onde Eclipse gosta de passear. 
 


O dono da cadela, Jeff Young, vive perto da paragem e conta que, um dia, pedeu o autocarro porque estava a fumar um cigarro. Quando deu por ela, Eclipse já tinha saltado para dentro do veículo. “Apanho-a no parque”, pensou Jeff. E assim foi. Quando chegou ao espaço onde costuma passear com a sua cadela, Eclipse estava já no local à sua espera.
 
Entretanto, Eclipse tornou-se bastante autónoma viajando entre a sua casa e o parque sozinha, fazendo as delícias de quem a acompanha durante aquelas três ou quatro paragens.
 
Miles Montgomery, um dos passageiros da linha D, foi surpreendido com a companhia de Eclipse que se sentou ao seu lado e não perdeu a oportunidade de registar uma selfie com aquele inesperado passageiro, conta a AP. “Ela faz toda a gente feliz”, garante uma outra passageira.
 
O dono de Eclipse diz ainda que a sua cadela está completamente adaptada ao ambiente urbano e que, além da originalidade de apanhar o autocarro sozinha, também cumpre as regras de trânsito andando sempre nos passeios e nas passadeiras.

Notícia sugerida por Maria Pandina

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório