Mundo

EUA: Cadela orienta cão cego

Dos Estados Unidos, chega uma história de apoio e carinho entre dois cães muito especiais. Tanner é cego e tem epilepsia. Blair é uma jovem cadela que foi abandonada e atingida por um tiro.
Versão para impressão
Dos Estados Unidos, chega uma história de apoio e carinho entre dois cães muito especiais. Tanner é cego e tem epilepsia. Blair é uma jovem cadela que foi abandonada e atingida por um tiro. Os dois encontraram-se num abrigo de animais e, juntos, conseguem ultrapassar os desafios.
 
Tanner nasceu cego e sofre de epilepsia. Desde que o seu dono faleceu, em 2010, ficou sozinho. Desde então tem vivido em famílias de acolhimento ou no abrigo de animais Sooner Golden Retriever Rescue, no estado de Oklahoma, EUA.
 
A equipa de resgate colocou-o no hospital de animais Woodland West no passado mês de Dezembro, para que os seus ataques de epilepsia fossem controlados. Foi aí que encontrou Blair, uma cadela de apenas um ano, que chegou ao local depois de ter sido abandonada e alvejada.
 
“Um dia eles estavam a brincar juntos no pátio”, contou o veterinário do Woodland West, Mike Jones ao canal KTUL. “De repente, Blair parece ter-se apercebido de que Tanner era cego e começou a ajudá-lo a movimentar-se”.

Nas imagens da KTUL podemos ver Blair a guiar o seu amigo pelo recinto, puxando a trela com a boca.

 
De acordo com os veterinários, desde o encontro os ataques de Tanner têm-se tornado menos frequentes, enquanto que Blair se tornou menos ansiosa.
 
Os responsáveis pelos dois cães esperam que alguém os possa adotar juntos. “Tenho a certeza que haverá um lugar para eles”, reforçou a vice presidente do abrigo Sooner Golden Retriever Rescue, Pamela Denny. “Só é preciso encontrar o lar certo para os amar”.
 
[Notícia sugerida por Raquel Baêta]
 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub