Ambiente

ETSA quer aproveitar efluentes sólidos

A Empresa Transformadora de Subprodutos Animais (ETSA) candidatou-se ao Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) para um projeto de aproveitamento energético de efluentes sólidos das suiniculturas, num investimento de quatro milhões de euros.
Versão para impressão
A Empresa Transformadora de Subprodutos Animais (ETSA) candidatou-se ao Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) para um projeto de aproveitamento energético de efluentes sólidos das suiniculturas, num investimento de quatro milhões de euros.

O objetivo é aproveitar esses efluentes sólidos das explorações de suínos para produzir energia. O projeto irá ainda permitir reduzir a poluição de lagoas em 70 por cento e configura-se como uma alternativa aos sistemas de efluentes como o que está a ser pensado para a Ribeira dos Milagres, em Leiria.

O projeto foi apresentado esta segunda-feira ao Ministro da Agricultura, António Serrano, durante uma visita às unidades de Coruche, Abapor (produção de comida animal a partir de resíduos e produtos de origem animal em fim de validade) e ITS (recolha e destruição de cadáveres e subprodutos de risco 1 e 2, não aptos para consumo humano ou animal).

O resultado da aprovação da candidatura, de acordo com a Lusa, será conhecido dia 18 de setembro.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório