Saúde

Estudo: Vacina contra obesidade eficaz em ratos

Uma nova vacina contra a obesidade que promove a perda de peso foi testada com eficácia em ratos. O estudo, realizado pelo Braasch Biotech LLC, Estados Unidos, vem agora abrir a possibilidade de tratamento desta patologia através de vacinação.
Versão para impressão
Uma nova vacina contra a obesidade que promove a perda de peso foi testada com eficácia em ratos. O estudo, realizado pelo Braasch Biotech LLC, Estados Unidos, vem agora abrir a possibilidade de tratamento desta patologia através de vacinação.

A investigação, que será publicada no Journal of Animal Science and Biotechnology, do BioMed Central, avalia a eficácia de duas vacinas, JH17 e JH18, na redução de ganho de peso e no aumento da perda de peso. Perante o crescimento drástico de casos de obesidade que se tem verificado um pouco por todo o mundo, os cientistas decidiram criar substâncias capazes de travar a situação.

Assim sendo, foram concebidos anticorpos que atuam contra a hormona somatostatina. Esta hormona limita a ação de outras duas substâncias, GH, hormona de crescimento, e IFG-1, proteína de crescimento, ambas responsáveis pelo aumento do metabolismo e consequente perda de peso.

Deste modo, as duas vacinas levam os anticorpos diretamente à somatostatina, impedindo a sua ação, o que permite o normal funcionamento das outras duas substâncias.

Keith Haffer, um dos responsáveis pelo estudo, testou o procedimento em ratos. Divididos em dois grupos, um que recebia a vacinação, e outro que não, os ratos foram alimentados, ao longo de oito semanas, com uma dieta rica em gorduras. As vacinas foram administradas duas vezes no mesmo grupo, e, findo o período da experiência, foi visível uma perda de 10% de peso nos ratos vacinados, sem qualquer efeito secundário no resto do organismo.

Face a estas conclusões, a investigação irá, agora, prosseguir para estudos mais aprofundados que garantam a eficácia nos seres humanos sem outras implicações para a saúde. Em caso de sucesso, ficará, então, aberta a possibilidade de tratamento da obesidade através de vacinação, excluindo-se as cirurgias.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório