Ciência

Estudo prova que Homem já reciclava na pré-história

A prática da reciclagem não é exclusiva do Homem moderno. A conclusão é de uma investigação recente realizada na Catalunha, Espanha, que se deparou com evidências de que o ser humano reciclava os seus artefactos de pedra no Paleolítico.
Versão para impressão
A prática da reciclagem não é exclusiva do Homem moderno. A conclusão é de uma investigação recente realizada na Catalunha, Espanha, que se deparou com evidências de que o ser humano reciclava os seus artefactos de pedra na era do Paleolítico superior. 
 
Cientistas da Universitat Rovira e Virgili e do Instituto Catalán de Paleocologia Humana y Evolución Social (IPHES) analisaram artefactos queimados encontrados no sítio arqueológico de Molí del Salt, em Tarragona, tendo os resultados da análise confirmado que a reutilização de utensílios era um fenómeno habitual há 13.000 anos.
 
De acordo com a equipa, citada pelo jornal espanhol El Mundo, o facto de estarem queimados é um dos sinais mais evidentes da reciclagem das ferramentas. “Escolhemos estes artefactos para a nossa análise porque podem demonstrar de forma simples se terá sido produzida uma modificação posterior à exposição ao fogo”, explica Manuel Vaquero, investigador da Universitat Rovira i Virgili. 
 
Os arqueólogos encontraram uma elevada percentagem de restos queimados naquele local, mas constataram também que a prática da reciclagem não se aplicava da mesma maneira a todo o tipo de artefactos.

Segundo os especialistas, o uso de ferramentas recicladas seria mais frequente no caso das atividades domésticas, parecendo estar associado a necessidades imediatas. No caso dos utensílios usados na caça, por outro lado, a reciclagem é uma prática muito mais rara.
 

Vaquero adiantou que a reciclagem pode ter sido determinante nas aldeias de caçadores e recoletores do Paleolítico. “Tem importância económica, já que aumenta a disponibilidade de recursos, em particular em contextos de escassez.

Além disso, é um fator relevante na interpretação dos sítios arqueológicos, porque os transforma em territórios onde se podia viver, mas que eram também locais de aproveitamento de recursos”, sublinhou o investigador.
 

Até ao momento existem poucos trabalhos de investigação efetuados sobre a temática da reciclagem de ferramentas na pré-história, mas o estudo catalão, publicado em Agosto no Journal of Archaeological Science, poderá agora ajudar a contribuir para o aumento dos dados existentes quanto a esta prática.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês).

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório