Sociedade

Estudo: Desarrumação promove criatividade

Vive e trabalha no meio do caos? Isso pode ser bom sinal. Segundo um estudo recente realizado nos EUA, trabalhar num espaço desarrumado pode promover a criatividade e um comportamento mais irreverente.
Versão para impressão
Vive e trabalha no meio do caos? Isso pode ser bom sinal. Segundo um estudo recente realizado nos EUA, trabalhar num espaço desarrumado pode promover a criatividade e um comportamento mais irreverente.
 
Uma investigação recente realizada pela psicóloga Kathleen Vohs, da Universidade do Minnesota (EUA), comprovou que um espaço de trabalho limpo e organizado traz benefícios – as pessoas são mais propensas, por exemplo, a terem uma alimentação saudável e a serem mais generosas. 
 
Contudo, a pesquisa de Kathleen prova também que uma secretária desarrumada traz benefícios que podem ser mais valiosos como aumentar a criatividade.
 
Na primeira experiência, os participantes foram convidados a preencher um questionário com várias perguntas. Parte dos participantes preencheram o documento numa secretária imaculada. Os outros usaram uma secretária cheia de papéis e de material de escritório.
 
No final do questionário, os participantes foram convidados a fazer uma doação para uma associação de caridade e foi lhes também oferecido, à saída, um 'snack' – um chocolate ou uma maçã. 
 
A investigadora verificou que os participantes da secretária organizada cumpriram aquilo que se esperava deles: fizeram a doação e escolheram o 'snack' mais saudável. Contudo,  Kathleen quis ir mais longe e decidiu testar o desempenho dos participantes neste teste em termos criativos.

Mais criativos e irreverentes
 
Numa segunda fase da pesquisa, só voluntários foram convidados a encontrar novas formas de usar bolas de pingue-pongue. No final, verificou-se que as ideias sugeridas pelos participantes da secretária desarrumada eram mais “interessantes e criativas”. As ideias foram apreciadas e votadas por um júri composto por painel independente.
 
“Estar num espaço desarrumado conduziu àquilo que as empresas mais procuram: criatividade”, afirma a investigadora Kathleen Vohs, em comunicado de imprensa.
 
A equipa de investigação também verificou que um espaço desarrumado tornava as pessoas mais audazes em termos de inovações, já que, perante a hipótese de testar um produto novo ou continuar a usar o mesmo produto de sempre, foram os participantes do espaço desarrumado que mais arriscaram em testar a novidade.
 
“Ambientes mais desarrumados parecem inspirar as pessoas a libertarem-se da tradição enquanto que os ambientes mais ordeiros promovem um comportamento em conformidade com a ordem convencional”, explica Kathleen.
 
No futuro, a equipa da investigadora quer levar a pesquisa mais longe e perceber se esta questão da arrumação também se reflete no espaço virtual. Ou seja, se uma pessoa com um computador e uma utilização da Internet mais caótica também pode dar origem a comportamentos mais criativos e arrojados. 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório