Saúde

Estudo: Cães podem detetar cancro de bexiga

NULL
Versão para impressão
Uma pesquisa do Hospital de Amersham, em Inglaterra, revelou que os cães, quando treinados, podem ser capazes de detetar cancro através do faro. O estudo, publicado no British Medical Journal, afirma até que já existem casos de sucesso.

A revelação não é nova. Desde 1989 alguns testemunhos apontam para esta capacidade da espécie. Os cientistas acreditam que a doença produza odores distintos que os cães conseguem detetar
 
A equipa, liderada por Carolyn Willis, utilizou para o seu estudo um conjunto de seis cães de raças e idades diferentes, para avaliar se estes conseguiam detetar o cancro da bexiga pelo odor da urina.

Para esta experiência foi necessário um treino de sete meses e foram utilizados diferentes amostras de urina, com ou sem a doença, para os cães farejarem. 

A experiência teve uma taxa de sucesso de 41%, o que leva os especialistas a concluir que, treinados, os cães podem mesmo identificar cancros.

Clique AQUI para aceder ao estudo divulgado pelo British Medical Journal.

[Notícia sugerida por Elsa Martins, Teresa Teixeira e Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório