Espetáculos e Exposições

Estremoz recebe ópera produzida no Alentejo

NULL
Versão para impressão
Uma ópera inteiramente produzida no Alentejo, a obra “Così fan tutte” de W. A. Mozart, estreia dia 09 de setembro em Estremoz. A produção é da responsabilidade da associação Contemporaneus que realiza a ópera com seis cantores solistas e uma encenação contemporânea. Depois da estreia, o espetáculo avança para Portalegre e Montemor-o-Novo.

“Così fan tutte” (Assim fazem todas) é a penúltima ópera escrita por Wolfgang Amadeus Mozart em 1790. A obra aparenta ser uma simples comédia de enganos, mas vai muito mais longe do que isso. É uma bela história universal de amor e desengano, compreendida e identificada por todo o público, que já terá, também, tido um primeiro amor e sofrido desgostos amorosos.

A versão que a Contemporaneus apresenta é uma escolha que pretende evidenciar claramente este lado puro, inocente e idílico da juventude e do acreditar no primeiro amor. Todos os elementos em palco têm o propósito de permitir que o espectador reconheça e identifique claramente aquele belo momento da vida.

As apresentações terão lugar no mês de setembro: no dia 09 no Teatro Bernardim Ribeiro em Estremoz, dia 16 no Centro de Artes do Espetáculo de Portalegre e dia 17 no Cine-Teatro Curvo Semedo em Montemor-o-Novo. Estas duas últimas apresentações estão inseridas na programação da Temporada de Arte e Cultura – Artes ao Sul, organizada pela Direção Regional da Cultura do Alentejo.

Depois destas apresentações no mês de setembro o espetáculo ficará disponível para percorrer a rede de teatros e cineteatro do país.

Na interpretação poderemos contar com a presença de Alexis Heath (barítono), Carmen Matos (soprano), Joana Gil (soprano), João Merino (barítono), Marco Alves dos Santos (tenor) e Margarida Marreiros (mezzo-soprano). A encenação estará a cargo de Helena Estanislau e a direção musical de Vera Batista.

Para esta produção a Contemporaneus conta com o financiamento da Secretaria de Estado da Cultura e Direção-Geral das Artes, e com o apoio do Município de Estremoz, da Direção Regional da Cultura do Alentejo e da Fundação Eugénio de Almeida.

 

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório