Negócios e Empreendorismo

Esplanadas e quiosques lusos nos Emirados Árabes

A portuguesa Larus continua a marcar pontos lá fora. A empresa de mobiliário urbano começou o ano com novos negócios internacionais e vai começar a exportar esplanadas e quiosques para o Magrebe e para os Emirados Árabes.
Versão para impressão
A portuguesa Larus continua a marcar pontos lá fora. A empresa de mobiliário urbano começou o ano com novos negócios internacionais e vai começar a exportar esplanadas e quiosques para o Magrebe (nordeste de África) e para os Emirados Árabes.
 
Os equipamentos desenvolvidos e produzidos em Albergaria-a-Velha irão mobilar vários espaços públicos junto à costa marítima, reforçando a intervenção da Larus em projetos internacionais de reabilitação urbana, no domínio da oferta turística e de infraestruturas de transportes públicos.
 
O negócio vem reforçar assim a estratégia de internacionalização da empresa, cujos produtos já marcam, há algum tempo, presença em Angola, Marrocos nos Emirados Árabes e também em vários países europeus como Espanha, Reino Unido, Bélgica, Alemanha, Áustria, Eslovénia. 

Pedro Martins Pereira, fundador da empresa, considera que a escolha da Larus em ambos os mercados se deve “à grande vantagem decorrente da herança cultural portuguesa – a empresa não impõe soluções, mas adapta-as à realidade local, às características ambientais ou culturais de cada país.

Todos os equipamentos projetados são alvo de um cuidado extremo, no que respeita à regulamentação e hábitos culturais locais e isso diferencia-nos”.


Com esta intervenção no espaço público, através do fornecimento de quiosques e esplanadas para o Magrebe e os Emirados Árabes, a Larus prevê faturar cerca de um milhão de euros.
 
Em comunicado de imprensa enviado ao Boas Notícias, Pedro Martins Pereira reforça que a Larus quer apostar, este ano, em geografias como  o norte de África e o Médio Oriente.

“Atualmente, no mundo árabe, o mar, que tinha sido esquecido por tanto tempo, está a ser recuperado e as comunidades costeiras estão a orientar as atividades de ócio e lazer para a primeira linha de costa, e o nosso mobiliário urbano está a ser bem aceite”.
 

Nos últimos dois anos, a Larus destacou-se nos mercados internacionais ao mobilar a Baía de Luanda, em Angola, a Medina de Casablanca, em Marrocos, ou o “Fortress Belt”, um projeto de reabilitação de uma linha de fortificações entre a Bélgica e a Holanda, construída entre os séculos XVI e XVIII.
 

 
A Larus é a marca portuguesa de mobiliário urbano que já conquistou importantes prémios nacionais e internacionais e que, em 2011, foi considerada a melhor empresa europeia na implementação do Design pelo Centro Europeu de Design.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub