Sociedade

Escolas melhoraram na qualidade e equidade

Portugal é o sexto país da OCDE cujo sistema educativo compensa melhor as assimetrias socioeconómicas, estando a diminuir as diferenças entre alunos com melhores desempenhos e aqueles com piores desempenhos, segundo os resultados do Programa Internac
Versão para impressão
Portugal é o sexto país da OCDE cujo sistema educativo compensa melhor as assimetrias socioeconómicas, estando a diminuir as diferenças entre alunos com melhores desempenhos e aqueles com piores desempenhos, segundo os resultados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos 2009 que será discutido esta segunda-feira na Fundação Calouste Gulbenkian.

A sessão “Evolução da Qualidade e da Equidade no Sistema Educativo Nacional (Pisa 2000-2009)”, inserida nos Encontros Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA) 2009, contará, no encerramento, com a presença da ministra da Educação, Isabel Alçada.

Em declarações à Agência Lusa, o representante português ao comité do PISA, Pinto Ferreira, afirmou que “a escola portuguesa, para além de ter melhorado em termos de qualidade, melhorou também e substancialmente em termos de equidade”.

“Estão a diminuir as diferenças entre os alunos com melhores desempenhos e os alunos com piores desempenhos, o que é muito importante”, garantiu.

Segundo Pinto Ferreira a OCDE define um índice relacionado com o estatuto socioeconómico e cultural dos alunos.

“O que é interessante é que em Portugal esse índice tem um pequeno impacto. Nós temos alunos com um estatuto socioeconómico e cultural muito débil e com resultados muito bons”, observou.

“O nosso sistema educativo tem evoluído, quer do ponto de vista da qualidade quer da equidade”, sublinhou.

Pinto Ferreira explicou que estes encontros estão a ser promovidos com o objectivo de analisar o programa.

“Em dezembro foram apresentados os resultados de Portugal que melhoraram significativamente. Tivemos tipicamente mais 20 pontos em termos do desempenho a leitura, matemática e ciências”, recordou.

Em comunicado enviado às redacções, o Ministério da Educação avança que “os resultados do PISA 2009 revelam que Portugal é o 6.º país cujo sistema educativo melhor compensa as assimetrias socioeconómicas” e que “é um dos países com maior percentagem de alunos de famílias desfavorecidas que atingem excelentes níveis de desempenho em leitura”.

[Notícia sugerida pelas utilizadoras Patrícia Guedes e Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub