Mundo

Escócia: Plantar maçãs pode ser solução para a crise

Plantar maçãs em terrenos abandonados poderá ser a resposta de que o mundo estava à espera. Na Escócia, uma campanha liderada pela Fruitful Schools está a incentivar as estruturas políticas a permitirem a plantação de fruta em espaços vazios.
Versão para impressão
Plantar maçãs em terrenos abandonados poderá ser a resposta de que o mundo estava à espera. Na Escócia, uma campanha liderada pela organização Fruitful Schools está a incentivar as estruturas políticas a permitirem a plantação de fruta em espaços vazios, nomeadamente em escolas.
 
No blogue dedicado à iniciativa no jornal The Guardian, John Hancox, que faz parte deste projeto, explica que, na Escócia, a quantidade de terras abandonadas que já são propriedade do estado é grande e, por isso, é necessário rentabilizar esses terrenos devolutos.
 
“A Escócia tem milhares de hectares de espaço público pouco usado ou vazio, é altura para os políticos apoiarem a autossuficiência e reduzirem a importação de comida, com a plantação de pomares públicos”, defende Hancox.
 
No entanto, a campanha não se cinge à Escócia, tendo a pretensão de chegar a outras partes do Reino Unido onde esta iniciativa também pode ser implementada, fazendo de toda a zona britânica um enorme pomar.
 
Educar as futuras gerações

O objetivo da Fruitful Schools não se esgota nas campanhas de mobilização do aparelho político a fim de dar uma nova vida aos terrenos abandonados. Educar as futuras gerações a “cultivarem”  um desenvolvimento sustentável é outra das metas desta organização.
 
Plantar pomares nas escolas, hospitais, ruas, parques e edifícios públicos é a ideia desta associação, que pretende chegar a cada vez mais espaços envolvendo comunidades inteiras, apesar dos obstáculos burocráticos que não permitem uma plantação em massa.
 
“Há muita gente desesperada por conseguir um pedaço de terra para cultivar os seus alimentos deliciosos e saudáveis. Nestes tempos económicos difíceis, não faz sentido deixarmos terrenos inutilizados, enquanto pessoas que adoravam usá-los para cultivar fruta não podem fazê-lo”, explica Hancox no blogue.
 
Apesar das dificuldades, após solicitação das escolas, a plantação de macieiras e outras árvores de fruta já começou a ser feita, sendo que, até agora foram plantados “350 pomares por toda a Escócia”.

E, para quem quer colaborar, mas não vive na Escócia, este projeto também apresenta uma solução. No site da Fruitful Schools podem encontrar-se várias dicas de como plantar árvores de fruta e um conjunto de estudos de caso que falam sobre este tema e incutem nas pessoas uma consciência ambiental.

Clique AQUI para aceder ao site do Fruitful Schools e AQUI para aceder ao blogue.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório