Mundo

Equipa portuguesa vai reconstruir duas aldeias do Butão

Uma equipa de especialistas portugueses venceu um concurso internacional para criar um projeto de reabilitação de duas aldeias históricas no Butão, país que faz fronteira entre a Índia e o Tibete.
Versão para impressão
Uma equipa de especialistas portugueses venceu um concurso internacional para desenvolver um projeto de reabilitação de duas aldeias históricas no Butão, país que faz fronteira entre a Índia e o Tibete. Esta intervenção será financiada pelo Banco Mundial.

Em comunicado enviado ao Boas Notícias, a equipa explica que o projeto parte de uma parceria entre engenheiros civis, através da NCREP (Consultoria em Reabilitação do Edificado e Património), sediado no Porto, e arquitetos, através do Atelier de Arquitetura in.vitro, também na mesma cidade.

A partir do próximo mês, altura em que começará a concretização do projeto, uma equipa especializada em reablitação de construções antigas partirá o Butão para realizar trabalhos de inspeção, diagnóstico, levantamento e avaliação estrutural de duas aldeias históricas do país.

A iniciativa inclui também uma análise à identidade destas aldeias, avaliando “as características socioculturais, históricas, de linguagem e de hábitos que as definem, e que passará pela identificação dos aspetos sociais e das práticas associadas à construção destes edifícios”, como explica o comunicado.

O projeto vai durar cerca de três meses, com o trabalho de campo a prolongar-se por um mês. Durante este período, a equipa espera “contribuir para a preservação do património construído do Butão, melhorando as suas condições, em particular no que diz respeito ao seu comportamento sísmico”, como conta Tiago Ilharco, um dos responsáveis pelo projeto.

Já para a responsável pela equipa de arquitetura do projeto, Joana Leandro Vasconcelos, a possibilidade de caracterizar construções deste género e documentar técnicas construtivas tradicionais, é um “contributo valioso para a salvaguarda do património, e que seguramente enriquecerá o conhecimento técnico da equipa”, como se pode ler no comunicado.

O desenvolvimento dos trabalhos pode ser acompanhado, a partir do próximo mês, no site e na página de Facebook do NCREP e do Atelier de Arquitetura in.vitro.

Notícia sugerida por Maria Nela

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório