Inovação e Tecnologia

Entidades portuguesas projectam Eco-Avião

O projecto AEROCORK prevê o desenvolvimento e integração de materiais compósitos de cortiça na construção de aviões civis ultraleves.

Versão para impressão
O projecto AEROCORK prevê o desenvolvimento e integração de materiais compósitos de cortiça na construção de aviões civis ultraleves.

Se o resultado final for o esperado, este projecto vai permitir a construção de um transporte aéreo significativamente mais ecológico. Ao mesmo tempo, pode ser garantida uma maior rentabilidade para os produtores de cortiça em Portugal.

A Dyn’Aero Ibérica faz parte do consórcio formado para a gestão do projecto e fabrica integralmente um dos ultraleves com melhor performance a nível mundial. A Corticeira Amorim, o Pólo de Inovação em Engenharia de Polímeros da Universidade do Minho (PIEP) e a ActiveSpace Technologies são as restantes entidades envolvidas nas várias fases do projecto AEROCORK.    

Os primeiros ensaios de vôo estão previstos para o segundo semestre de 2010, conforme avança o PIEP num comunicado publicado na sua página online.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório