Sociedade

Empresa portuguesa fornece Hollywood

Chama-se Equicouro - Correeiros Lda e fornece selas, cabeçadas, mantas, louros, estribos, cilhas e peitorais, ou seja, todo o equipamento completo para aparelhar os cavalos que participam nas grandes fitas cinematográficas de Hollywood, como o recent
Versão para impressão
[Imagem: Agência Lusa]

Chama-se Equicouro – Correeiros Lda e fornece selas, cabeçadas, mantas, louros, estribos, cilhas e peitorais, ou seja, todo o equipamento completo para aparelhar os cavalos que participam nas grandes fitas cinematográficas de Hollywood, como o recente “Príncipe da Pérsia” ou “Robin Hood”.

“Têm todos a nossa marca, made in Portugal”, afirmou à Agência Lusa o sócio gerente da Equicouros, Victor Domingues.

Uma das mais-valias da Equicouros, segundo o mesmo responsável, é a forma artesanal de produção. Por exemplo, cada uma das 60 selas feitas para o recente filme “Robin Hood” teve pelo menos um dia completo de trabalho.

“Temos tido sorte”, admitiu o empresário que reconhece que “bons produtos” e “bons preços” levam a “novos clientes”.

“Queremos divulgar muito o que é nosso para os outros países. Isso também é uma meta que nós temos”, acrescentou, certo de que quando os filmes onde a marca nacional está presente têm sucesso, o mesmo é dizer mais encomendas.

“Quando eles têm sucesso a gente tem mais uma oportunidade de trabalho”, declarou.

De Milagres a Hollywood

A Equicouros tem sede na freguesia de Milagres, em Leiria. Na unidade que funciona num pequeno armazém trabalham seis pessoas. No ano passado facturaram cerca de um milhão de euros e têm no estrangeiro o seu grande mercado, sendo que o cinema representa 35% da atividade.

Victor Domingues explicou à Lusa que foi há cerca de 25 anos na Feira Nacional do Cavalo, na Golegã, que a ´sétima arte´ se cruzou com a família que há três gerações cria e produz acessórios para equipar cavalos.

Para além do cinema a produção de artigos equestres para o lazer é outra das apostas da empresa. A dificuldade em contratar pessoal é uma realidade que impede muitas vezes a empresa de dar a resposta necessária às encomendas que são muitas apesar de não fazer praticamente nenhuma publicidade.

Para além do cavalo montado por Jake Gyllenhaal e Gemma Arterton em “O Príncipe da Pérsia – As Areias do Tempo”, outros filmes como “O Último Samurai”, “Irmãos Grimm”, “Alexandre, o Grande”, “O Senhor dos Anéis – O Regresso do Rei” ou “Crónicas de Nárnia 2” contaram com a marca portuguesa.

Ser reconhecido nos estúdios norte-americanos quando é convidado para lá ir, é outro dos prazeres de Victor Domingues.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório