Sociedade

Empresa de pesca salva lugres bacalhoeiros

O Santa Maria Manuela (SMM) e o Argus são os dois lugres bacalhoeiros de quatro mastros que foram adquiridos e salvos da inatividade definitiva pela empresa de pesca e transformação de pescado Pascoal & Filhos, S.A. As embarcações vão ser aprovei
Versão para impressão
O Santa Maria Manuela (SMM) e o Argus são os dois lugres bacalhoeiros de quatro mastros que foram adquiridos e salvos da inatividade definitiva pela empresa de pesca e transformação de pescado Pascoal & Filhos, S.A. As embarcações vão ser aproveitadas para o “turismo de vocação marítima” e prevê-se que façam as suas primeiras viagens temáticas já neste verão.

Aníbal Paião, um dos acionistas da Pascoal & Filhos, explica ao Diário de Notícias em que consiste a nova vertente turística que pretende promover: “Não é turismo de massas, é turismo de nicho. O navio leva 50 pessoas, é intmista e queremos que seja também familiar”.

O SMM e o Argus faziam parte da Frota Branca portuguesa que, na época da II Guerra Mundial, reunia um conjunto de embarcações todas pintadas de branco, como sinal da neutralidade lusa no conflito. Em 1993, o SMM parou a atividade, apesar da extinta Fundação SMM ter tentado recuperar o navio.

Em 2007, a Pascoal adquire o SMM, do qual apenas restava o casco. Os sócios Aníbal Paião e João Vieira avançaram com a restauração de um dos mais célebres símbolos da faina maior. Atualmente, o SMM mantém um aspeto exterior próximo do original, mas o interior foi completamente remodelado – salas para reuniões, ar condicionado, cozinha mais espaçosa e moderna e camarotes com casa de banho privativa são algumas das novas valências do navio.

As viagens temáticas a bordo do SMM terão como destino os Açores, a Madeira e o Mediterrâneo. As pessoas participantes, “se quiserem, são divididas por grupos, fazem quartos (turnos de quatro horas), navegação antiga e moderna, leme, vigia, faina das velas, podem ir para a cozinha ou acompanhar o oficial maquinista”, explica Aníbal Paião ao Diário de Notícias.

Nos planos encontram-se ainda viagens ao Canadá, Islândia e Noruega, ao serviço da “divulgação da história da pesca do bacalhau” e para “encontrar-se com outros navios da empresa que estão a operar e mostrar como é a pesca em alto mar”.

Entretanto, o SMM já realizou a sua primeira viagem turística rumo a Lisboa, para participar nas cerimónias oficiais de receção ao Papa Bento XVI.

Por sua vez, o Argus – agora repatizado “Polynesia” – foi comprado pela empresa em 2009 e está, neste momento, a aguardar restauração.

A empresa Pascoal & Filhos foi fundada em 1937 pela família Pascoal, de Aveiro. Em 1993 ganha maior notoriedade com a criação do conceito de bacalhau demolhado ultracongelado.

Saiba mais sobre o SMM clicando aqui.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório