Sociedade

EMEL reduz preço em 62% dos lugares

O novo tarifário de estacionamento em Lisboa, que está em discussão pública, vai permitir uma redução de preços em 62% dos lugares disponíveis na via pública, na área gerida pela Empresa Municipal de Estacionamento de Lisboa (EMEL).
Versão para impressão
O novo tarifário de estacionamento em Lisboa, que está em discussão pública, vai permitir uma redução de preços em 62% dos lugares disponíveis na via pública, na área gerida pela Empresa Municipal de Estacionamento de Lisboa (EMEL).

Segundo o presidente da empresa, António Júlio de Almeida, em 35 por cento dos lugares a tarifa sobe apenas na primeira e na segunda horas, mas o valor apenas “sobe bastante” em três por cento do espaço de estacionamento.

“Pelas nossas contas, o efeito global ponderado será entre 0,2 a 0,4 por cento de agravamento de tarifas”, adiantou o responsável, durante uma apresentação dos projetos da empresa, que em breve deverá alargar as suas competências a toda a área da mobilidade.

Júlio de Almeida sublinhou que a implantação do novo sistema de preços, com três patamares (tarifa alta, média ou baixa, consoante a rotação do estacionamento na via pública) representa um “desafio” de gestão para os serviços, mas era “necessária” na capital.

Outro dos desafios da EMEL é criar 3000 novos lugares de estacionamento em parques até ao final de 2013 e promover, dentro do mesmo período, a construção de parques, pelo sector privado, com outras 5000 vagas.

E empresa assegura ainda que irá aumentar o seu nível de eficácia em relação à vigilância de possíveis infratores.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório