Ambiente

Embalagens de bioplástico feitas com cana-de-açúcar

A partir de 2014, as embalagens da Tetra Pak vão passar a ser produzidas, no Brasil, com recurso a fontes renováveis. A principal matéria-prima das novas embalagens será o polietileno de baixa densidade (LDPE) fabricado a partir da cana-de-açúcar.
Versão para impressão
A partir de 2014, as embalagens da Tetra Pak vão passar a ser produzidas, no Brasil, com recurso a fontes renováveis. A principal matéria-prima das novas embalagens será o polietileno de baixa densidade (LDPE) fabricado a partir da cana-de-açúcar. 
 
Esta iniciativa inovadora e pioneira na indústria de embalagens de cartão, que na fase de testes vai decorrer apenas naquele país, será possível graças a um acordo que a empresa se prepara para assinar com a Braskem, o maior produtor de resinas termoplásticas da América Latina, que fornecerá o material.
 
O plano é que a Tetra Pak utilize este bioplástico como componente de todas as embalagens produzidas em território brasileiro, o que significa que 100% das embalagens, o equivalente a 13 mil milhões, terão cerca de 82% do seu material proveniente de fontes renováveis e, portanto, amigas do ambiente. 
 
Ao longo do processo, a Braskem vai utilizar etanol derivado da cana-de-açúcar para produzir etileno, que será convertido em LDPE, material que tem as mesmas propriedades técnicas do material “convencional”, mas com grandes benefícios ambientais. 
 
“O novo LDPE de base biológica 'I'm Green TM' é inerte e tão resistente e reciclável como o polietileno produzido a partir de fontes fósseis, mas contribui para a redução das emissões de gases com efeito de estufa ao absorver o dióxido de carbono da atmosfera durante o processo de crescimento da cana-de-açúcar”, explica, em comunicado, o presidente da Braskem, Carlos Fadigas. 
 
Segundo o presidente e diretor executivo da Tetra Pak, Dennis Jönsson, este acordo é mais um passo em direção às soluções verdes. “O novo acordo demonstra o nosso compromisso em fazer chegar as inovações ambientais aos nossos clientes e é mais um passo na nossa jornada para desenvolver uma embalagem totalmente renovável”, afirma.
 
Desde 2008 que a cadeia Tetra Pak no Brasil é certificada pelo Forest Stewardship Council™ (FSC™), o que significa que todo o cartão utilizado na produção das embalagens provém de florestas geridas segundo princípios de gestão florestal responsável.

Notícia sugerida por Elsa Fonseca e Vítor Fernandes

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub