Sociedade

EDP paga 4,1ME a clientes por erros de contagem

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) decidiu que a EDP vai ter de pagar 4,1 milhões de euros aos consumidores por um total de 105.869 casos de anomalia nos contadores de tarifa bi-horária.
Versão para impressão
A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) decidiu que a EDP vai ter de pagar 4,1 milhões de euros por um total de 105.869 casos de anomalia nos contadores de tarifa bi-horária com o objetivo de compensar os consumidores.
 
De acordo com comunicado, as compensações terão de ser pagas através de crédito automático na primeira fatura a emitir depois de 30 dias da publicação da diretiva da ERSE. Além disso, uma vez que a deteção dos casos de erro foi automática, não existe “necessidade de reclamação dos clientes afetados” para que recebam a devida compensação. 
 
Segundo a entidade reguladora, o pagamento das compensações deverá ser efetuado para todas as situações detetadas, “independentemente de os contadores estarem certos, ou em avanço, ou em atraso; ou seja, são compensados todos os consumidores afetados”. 
 
A ERSE indicou ainda que “os relógios dos contadores devem passar a ser verificados de forma sistemática em todas as leituras reais efectuadas pelos operadores da rede de distribuição”.
 
Recorde-se que foram detetados 83.369 clientes com contadores nos quais existia um desajustamento de períodos horários, que poderá ter tido como origem, entre outros fatores, a mudança da hora legal do Verão há poucos anos. 
 
Foram também encontrados problemas de software em cerca de 22.500 contadores, cuja precisão não era completa, havendo desajustamentos idênticos.

Clique AQUI para aceder ao comunicado completo da ERSE.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub