Cultura

Edifício português finalista de prémio mundial

O Centro de Artes Contemporâneas da Ribeira Grande, nos Açores, está entre os 30 finalistas do prémio internacional de arquitetura do Royal Institute of British Architects (RIBA).
Versão para impressão
O Centro de Artes Contemporâneas da Ribeira Grande, nos Açores, está entre os 30 finalistas do prémio internacional de arquitetura do Royal Institute of British Architects (RIBA). Os vencedores serão anunciados em Dezembro deste ano, depois do júri dos RIBA avaliar cada um dos edifícios finalistas.
 
O edifício açoriano desenhado pelo atelier Arquitectos Associados está a competir com outras construções de todo o mundo, incluindo edifícios construídos pelo atelier da arquiteta Zaha Hadid, recentemente falecida. 
 
Esta é a terceira edição internacional do prémio que, durante 50 anos, só aceitava candidatos que fossem membros do RIBA. Agora, o instituto decidiu alargar a sua atuação, criando este prémio mundial que pretende premiar “o edifício mais importante e inspirador do ano”.
 
Já em 2015 a Comissão Europeia tinha integrado o Centro de Artes Contemporâneas para o Prémio de Arquitetura Contemporânea da União Europeia Mies van der Rohe 2015, considerado o mais importante prémio europeu para a Arquitetura. 
 
O Centro de Artes Contemporâneas da Ribeira Grande, em São Miguel, é um "objeto arquitetónico e artístico, assumindo-se como um ícone cultural dos Açores e um lugar imprescindível no roteiro cultural e arquitetónico internacional”, diz o site da autarquia da Ribeira Grande. 

Notícia sugerida por António Resende

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório