Inovação e Tecnologia

E-municípios: quatro autarquias premiadas

As Câmaras de Almada, Águeda, Pombal e Portalegre foram distinguidas esta quinta-feira com os prémios "e-municípios", criados em 2009 pelo Governo e que avaliam os serviços on-line disponibilizados pelas 308 autarquias, noticia a Lusa.
Versão para impressão
As Câmaras de Almada, Águeda, Pombal e Portalegre foram distinguidas esta quinta-feira com os prémios “e-municípios”, criados em 2009 pelo Governo e que avaliam os serviços on-line disponibilizados pelas 308 autarquias, noticia a Lusa.

No âmbito deste serviço foram avaliados 10 tipo de serviços disponibilizados via Internet pelas câmaras municipais, nomeadamente o acesso e navegação, a personalização, a disponibilidade e a sofisticação.

Os prémios entregues esta quinta-feira distinguiram os municípios nas categorias de Maturidade, Sofisticação e Disponibilidade.

“Globalmente os sites dos municípios podem ter grandes melhorias”, afirmou na ocasião ao directora-geral das autarquias locais, Eugénia Santos, depois de explicar que o trabalho, desenvolvido ao longo de quatro meses em 2009, foi feito por uma entidade externa e “sem que os municípios tivessem conhecimento de que estavam a ser avaliados”.

Em declarações à Lusa, a presidente da Câmara de Almada, que arrecadou um prémio em cada uma das categorias distinguidas (Disponibilidade, Sofisticação e Maturidade), destacou a importância de premiar «as políticas desenvolvidas pelos municípios”, realçando que, no caso da sua autarquia, “a equipa é pequena e altamente qualificada”.

“Temos uma metodologia de trabalho em rede. Isto prova como se podem fazer coisas boas com pequenas equipas”, adiantou a autarca Maria Emília de Sousa.

Na intervenção que fez antes da entrega dos prémios, que contou com a presença de alguns presidentes de câmara, a secretária de Estado da Modernização Administrativa, Maria Manuela Leitão Marques destacou a importância do simplex autárquico, a que já aderiram 61 autarquias, na melhoria da qualidade da prestação de serviços aos cidadãos.

“A pressão sobre as autarquias é maior do que sobre o poder central porque estão mais próximas dos cidadãos”, afirmou a governante, sublinhando que a modernização é decisiva para “aumentar a competitividade dos territórios, a capacidade de atrair pessoas e de atrair negócios”.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório