iliving&trends

Durma junto das estrelas na Serra da Gardunha

O Natura Glamping traz o campismo de luxo
Versão para impressão
por Filipa Godinho

A 925 metros de altitude, em plena Serra da Gardunha, encontra-se o Natura Glamping. Neste espaço, que tem vista para a Cova da Beira e Serra da Estrela, vai conseguir dormir bem perto das estrelas.

O Natura Glamping, o primeiro deste conceito em Portugal, situa-se em Alcongosta e está inserido na Rede Natura 2000. Este empreendimento turístico teve um custo inicial de 300 mil euros (cofinanciado a 60%) e tem uma concessão turística de 20 anos. Os proprietários são Jorge Pessoa, Elga Correia.

“Foi uma questão de mudança de vida de casal. Vivíamos no Porto. Eu era gestor geral de vendas e a minha mulher trabalhava em informática. Arriscámos num projeto de turismo pois vimos que este ia crescer dois dígitos até ao ano de 2020”, conta Jorge Pessoa sobre a criação deste projeto que os levou a uma volta às origens. Ele e a esposa viveram durante 8 anos na cidade do Porto, mas são naturais da Covilhã. Aliás, a Câmara Municipal do Fundão ajudou na implementação deste projeto, dando o terreno onde estão instaladas as sete tendas brancas, de cariz minimalista.

Estas Domos fazem lembrar as cúpulas que podemos ver no topo da Serra da Estrela. São estruturas de 35 metros e foram erguidas no topo da Serra da Gardunha em Janeiro de 2015. Um acontecimento mais parecido ao de uma cena de filmes como o “2001: Odisseia no Espaço” ou o “Interstellar”.

O Glamping é a associação de duas palavras de origem inglesa (“glamorous” + “camping”). Este tipo de turismo existe em países tão diversos como a Itália, Indonésia e México.

“Já existem alguns conceitos básicos em Portugal. Trouxemos o conceito de luxo e tem aparecido mais. É um mercado em expansão”, conclui Jorge Pessoa, que trouxe o conceito de Glamping para Portugal.

 

O Glamping surgiu para colmatar a necessidade que a sociedade moderna tinha por um certo tipo de turismo que associa a natureza ao máximo do conforto e glamour que exponencia a nossa experiência. Por isso, esqueça as tendas pequenas ou as botijas de camping. Há outra forma de acampar, com mais condições, mas sem perder as noções de aventura e romantismo inerentes em todos os acampamentos. E com os mesmos cuidados que pode encontrar em qualquer hotel.

O Glamping, a nova tendência no turismo nacional ao ar livre, pretende associar o contacto com a natureza de uma forma única e cheia de luxo, glamour e conforto. Uma nova forma de turismo para um novo tipo de turista.

No Natura Glamping, o primeiro espaço em Portugal que apresenta este conceito, o melhor do turismo de natureza alia-se à qualidade e conforto que este simpático local apresenta a todos os seus visitantes.

Este empreendimento turístico não esquece a preservação dos recursos naturais e do meio ambiente envolvente, não estivessem eles inseridos na Rede Natura 2000. No Natura Glamping são utilizados materiais usados (como lâmpadas LED, painéis solares fotovoltaicos, produtos de limpeza biodegradáveis). Para além disto, utilizam a água proveniente das minas e sensibilizam todas as crianças para plantarem uma árvore.

A Serra da Gardunha é um local de “cortar a respiração”. Um local com muito para ver e muitas histórias para contar. Há até quem acredite que neste local podem ser avistados Ovnis, já que a serra é oca (pelo menos é o que dizem).

Vai poder descobrir os caminhos de Santiago de Compostela (que estão devidamente sinalizados); vestígios de antigas calçadas romanas; aldeias históricas (que tiveram a presença da Ordem Templária); aldeias de xisto; arte rupestre; o património mineiro ou a rota das cerejeiras em flor (estas são dinamizadas pela Câmara Municipal do Fundão nos meses de Março e Abril). Todas estas descobertas podem ser feitas enquanto o belíssimo rio Zêzere segue o seu pacífico curso, bem lá no fundo da serra.

Se quer acampar com tudo o que tem direito, o Natura Glamping é o ideal para si. Este espaço tem sete Domos Geodésicas, perfeitamente ajustadas a qualquer tipo de situação climatérica, não tivesse este conceito vindo da Suíça. Logo no primeiro dia em que foram instaladas na Serra da Gardunha, tiveram que enfrentar um nevão. Estas Domos também aguentam temperaturas muito elevadas, o que se provou com o incêndio que houve este verão na zona do Fundão. As chamas estiveram bem próximas deste local, mas estas não sofreram qualquer tipo de estragos.

As sete Domos Geodésicas que compõe o Natura Glamping estão colocadas sobre um deck de madeira. O que proporciona uma vista desafogada sobre a serra e o horizonte que nos transcende e nos leva a refletir sobre se estamos sozinhos no universo. Ou podemos apenas descansar lá no alto e recarregar baterias para o resto do ano.

Neste empreendimento turístico, vai poder instalar-se confortavelmente numa Domo Geodésica com 37 m2 de tamanho e com capacidade para albergar até quatro pessoas. Todas as Domos estão equipadas com todas as comodidades típicas do século XXI, como é o caso do ar condicionado, televisão, cabine de hidromassagem, mini refrigerador e ligação wireless para conseguir estar conectado e a par com tudo o que se passa no mundo.

À sua disposição também vai estar a Casa do Guarda. Esta antiga casa é composta por dois quartos, totalmente mobilados, e sala com lareira para aquecer aquelas noites mais frias e bem típicas da região no inverno.

Para além de poder usufruir de um espaço sofisticado e com todas as condições imagináveis, vai ainda conseguir mergulhar a fundo no melhor que a região tem a oferecer a nível de desporto, cultura e gastronomia.

Uma estadia numa destas Domos tem um custo diário que varia entre os 75 e os 150€. Estes valores dependem do número de pessoas e taxa de ocupação existente, já que aqui não existe época alta ou época baixa.

 

Uma das Domos existente no Natura Glamping é dedicada a eventos. Esta tem 100 m2 e pode receber várias atividades dedicadas a toda a família. Do programa de atividades fazem parte: workshops, formações, atividades indoor e outdoor, desfiles, conferências, massagens localizadas ou integrais, congressos ou atividades dedicadas aos jovens turistas que aqui estejam instalados.

Se preferir sair e realizar atividades ao ar livre, vai poder: passear pelas aldeias históricas (são um total de 12), dedicar-se à escalada desportiva, asa delta (aqui podemos encontrar uma das melhores rampas da Europa), balonismo, passeios a cavalo, aluguer de bicicletas e Segway TT ou caminhadas. Se preferir algo mais calmo, aproveite a calma da Serra da Gardunha e dedique-se ao yoga.

Durante as caminhadas pela Serra da Gardunha, vai conseguir refrescar-se numa das praias fluviais aqui existentes e fotografar todos os momentos que aqui passar para ficarem guardados para a posterioridade.

Já de noite, pode aproveitar para ir observar as estrelas no Planetário (para visitas guiadas. Basta pedir).

Algo que está associado à cultura portuguesa é a gastronomia. Depois dos passeios pela serra, recupere energias à mesa. No Natura Glamping, mais precisamente na loja Gourmet e na receção, podem ser encontrados os melhores produtos do Fundão. Ao cair da noite, ao jantar pode provar alguns dos pratos mais típicos da região, como é o caso do cabrito com batatas assadas em forno de lenha ou do bacalhau com broa.

80% dos visitantes que ficaram instalados no Natura Glamping nunca tinham ido até a esta região ou conhecido a Serra da Gardunha. Durante a sua estadia ficaram a conhecer um pouco mais sobre a história, arquitetura ou cultura aqui existentes.

“Em dois anos já recebemos 10 mil pessoas”, refere Jorge Pessoa sobre a aceitação que este projeto está a ter pela parte do público desde a sua inauguração, que aconteceu em 2015. O Natura Glamping tem tido uma taxa de procura de 70% por ano, não havendo uma época alta ou uma época baixa.

O criador deste projeto tem novas ideias que pretende implementar, algumas já a partir do inverno que se aproxima. “Vamos fazer uma esplanada de inverno e para o ano que vem pretendemos criar uma piscina e mais uma Domo com uma suíte presidencial”, conta Jorge Pessoa sobre algumas das inovações que pretende acrescentar aquilo que o Natura Glamping já oferece aos seus visitantes.

Aproveite a estadia no Natura Glamping e delicie-se com as maravilhas que a Serra da Gardunha e este empreendimento turístico têm para oferecer aos seus visitantes.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub