Sociedade

Dois novos sites de boleias em Portugal

Com a crise, a prática das "boleias" torna-se cada vez mais "popular". Partilhar um carro, para poupar dinheiro ou proteger o ambiente, é a proposta dos sites Um Coche e boleia.net.
Versão para impressão
A prática de arranjar boleias online está a tornar-se cada vez mais popular em Portugal. Habitualmente, os utilizadores deste serviço recorrem a grupos de Facebook mas, recentemente, surgiram dois sites portugueses, Um Coche e Boleia.net, que prometem tornar a partilha de boleias ainda mais fácil e segura. 
 
O ‘carpooling’ (ou boleias) começou na rede social Facebook, com a criação de vários grupos que incentivavam esta prática. Com origens e destinos variados, bastava o acesso às páginas para arranjar boleia para o destino desejado. 

Pensado pelos criadores do grupo de boleias com maior sucesso – o grupo “Porto-Lisboa e Lisboa-Porto”, que conta com mais de 16.000 membros – nasce Um Coche, uma plataforma de gestão online das boleias.

Como se lê no site da organização, trata-se de uma forma simples de “partilhar uma viagem de carro, uma experiência, uma aventura, muitas emoções, 'network', risos e gargalhadas, gastos, consumos de CO2 ou até azeite.”

O site começou a funcionar em versão beta no final de Setembro e contempla pelo menos onze destinos (Vila Real, Braga, Porto, Aveito, Covilhã, Viseu, Coimbra, Leiria, Lisboa, Évora e Faro), num total de 110 rotas. 

50 destinos no Boleia.net

Já o Boleia.net surgiu há três meses. Com o objetivo comum de facilitar a pesquisa de condutores e passageiros que queiram partilhar uma viagem, a plataforma é uma ideia de Toni Jorge, ex-diretor do comparador de preços, KuantoKusta. 

 
Segundo o comunicado de imprensa enviado ao Boas Notícias, Lisboa é, neste momento, a cidade mais “popular “ do site. Ainda assim, há cada vez mais viagens relacionadas com as 50 cidades portuguesas disponíveis na plataforma.
 
Dados do Boleia.net desmestificam a ideia de que apenas os estudantes usufruem destas técnicas de poupança – “34% dos membros têm mais de 35 anos [e] há, sensivelmente, tantos homens, como mulheres a utilizar o nosso serviço.”, afirma o responsável. 
 
O mesmo comunicado reitera ainda que a partilha das viagens propostas reduz entre 25% e 50% o preço por passageiro, em comparação com a mesma viagem feita de comboio. Já o condutor, que faz a viagem com mais 3 ou 4 pessoas, está a poupar entre 75% e 80% do valor que pagaria se fosse sozinho. 

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub