Ciência

Diagnóstico de cancro mais rápido

Cientistas do Instituto Fraunhofer, na Alemanha, desenvolveram um microchip capaz de detetar a presença de tumores, mesmo numa fase inicial, através de uma pequena amostra de sangue, avança o portal TVCiência.pt.
Versão para impressão
Cientistas do Instituto Fraunhofer, na Alemanha, desenvolveram um microchip capaz de detetar a presença de tumores, mesmo numa fase inicial, através de uma pequena amostra de sangue, avança o portal TVCiência.pt.

A técnica não é inteiramente nova, já que a diferença reside na menor quantidade de moléculas necessárias para uma deteção eficaz. O novo microchip exije assim menos tempo de análise que os métodos utilizados até agora e, por isso, torna-se também menos dispendioso.

A nova tecnologia poderá estar disponível no mercado em poucos anos e os cientistas continuam a trabalhar para desenvolver um novo sistema que detete simultaneamente vários marcadores tumorais, partindo de uma só amostra de sangue.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório