Ambiente Em Destaque

Dia Global da Reciclagem assinala-se hoje

Sociedade Ponto Verde alerta para a preservação dos recursos naturais do planeta
Versão para impressão

Dia Global da Reciclagem assinala-se pela primeira vez este ano, hoje, 18 de março, e conta com o apoio da Sociedade Ponto Verde. A data inédita pretende incentivar uma mudança na forma como governos, empresas, comunidades e indivíduos por todo o mundo encaram a reciclagem, contribuindo para que seja vista como um recurso em si mesmo a par dos seis recursos mais importantes do planeta: água, ar, carvão, petróleo, gás natural e minérios.

Trata-se de uma iniciativa do Bureau of International Recycling, a federação que reúne as empresas do setor a nível global e que, através deste dia, pretende alertar para o facto de, anualmente, biliões de toneladas de recursos naturais serem consumidos em todo o mundo.

A preservação dos recursos tem sido uma das preocupações da Sociedade Ponto Verde, entidade que há mais de 20 anos promove a recolha seletiva, a retoma e a reciclagem de embalagens em Portugal.

Atualmente, 71% dos portugueses já fazem a separação nos seus lares. Por outro lado, os 43 mil ecopontos espalhados pelo território permitem que 100% dos portugueses tenham acesso à recolha seletiva. É o reflexo da mudança nos hábitos dos portugueses que, ao longo dos últimos 20 anos, já separaram 7,5 milhões de toneladas de resíduos de embalagens, o equivalente ao peso de três Pontes Vasco da Gama.

Os resultados espelham o forte trabalho em consciencializar os portugueses e, simultaneamente, garantir a qualidade das infraestruturas de valorização dos resíduos, que são atualmente das mais evoluídas do mundo. Ao nível da sensibilização foram investidos, nas últimas duas décadas, 50,7M€ na educação dos consumidores, 2M€ no apoio a ações de comunicação local através dos Sistemas Municipais e Autarquias aderentes ao sistema Ponto Verde, 1M€ em projetos de responsabilidade social e mais de 2M€ em investigação e desenvolvimento.

Estes são números que traduzem o investimento neste longo processo de implementação de novos hábitos, mas que é largamente ultrapassado pelo retorno, já que possibilitou desviar de aterro o equivalente ao peso de 14 elefantes por hora e encerrar, em 1996, as 311 lixeiras existentes a céu aberto em Portugal.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub