Cultura

Designer portuguesa expõe em festival londrino

A designer portuguesa Joana Cabrita Martins conquistou a oportunidade de expor, pela primeira vez, os seus trabalhos no estrangeiro. Entre 19 e 22 de Setembro, a jovem vai dar a conhecer as suas peças no London Design Festival 2012.
Versão para impressão
A designer portuguesa Joana Cabrita Martins conquistou a oportunidade de expor, pela primeira vez, os seus trabalhos no estrangeiro. Entre 19 e 22 de Setembro, a jovem vai dar a conhecer as suas peças no London Design Festival 2012, um dos mais prestigiados eventos da área a nível internacional, que se realiza no pavilhão da 100% Design, na capital britânica.
 
“Após expor em Portugal por duas vezes, no IPJ de Faro e no Experimenta Design 2011, em Lisboa, achei que estava na altura de procurar espaços para mostrar o meu trabalho lá fora, em galerias e feiras internacionais de design”, conta Joana, de 28 anos, em entrevista ao Boas Notícias. 
 
Nesta sequência surgiu a candidatura à mostra da 100% Design que, para satisfação desta licenciada em Design de Equipamento nascida em Faro, foi aceite. De acordo com Joana, o ponto de partida das suas obras “foi o desejo de trabalhar a reutilização das cápsulas de café da marca Nespresso” devido ao “fascínio pelas peças em questão” apesar “até essa dada, nunca ter bebido um café”.
 
“Assim teve origem o primeiro candeeiro, o Molin Rouge, que é uma recriação dos antigos lustres de vidro, em que estes vidros são substituídos pelas cápsulas que refletem a luz”, recorda. “Depois foram surgindo outros, fui começando a incorporar louça e outros materiais como talheres, chaves e correntes, passíveis de usar para criar um novo imaginário em peças de iluminação”.

Produtos únicos nascidos da reutilização de objetos
 

Segundo a criadora, o objetivo do seu trabalho é, em última instância, “compor produtos únicos através da reutilização de objetos que já não cumprem as suas funções iniciais”, como é o caso das cápsulas, a sua inspiração inicial.
 

Em Londres, a designer nacional vai expor candeeiros que aliam a sua 
paixão pela estética com as suas preocupações ambientais. 
Entre os trabalhos que dará a conhecer, Joana destaca “o Alice no País das Maravilha” e o “Solo”.
 
O primeiro é, descreve a artista em declarações ao Boas Notícias, “uma peça única que, nas Tangenciais do Experimenta Design 2012, teve um grande impacto pela originalidade dos elementos e dos materiais, que remetem para o imaginário do conto infantil”. 
 
O “Solo”, por seu lado, é um candeeiro feito com pires e chávenas de café que tem iluminado o balcão do espaço NATA Lisboa, o 1º franchising de Pastéis de Nata que abriu recentemente. 
 
A jovem portuguesa espera que a participação no London Design Festival 2012 sirva de impulso à divulgação do seu trabalho além-fronteiras. “Espero que esteja participação seja o começo de novos projetos para um público/cliente com o qual, até ao momento, eu não tinha tido contacto”, conclui.

Clique AQUI para aceder ao site da designer Joana Cabrita Martins.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub