Mundo

Descoberto túmulo de faraó com mais de 3.800 anos

É mais uma importante descoberta para a história. Um sarcófago, que pertence ao faraó Sobekhotep Ier foi descoberto na região de Sohag, no Egito. A descoberta, feita por uma equipa de arqueólogos americanos, tem mais de 3800 anos e pesa cerca de 60 t
Versão para impressão
É uma importante descoberta para a história do Egito. Um sarcófago, que pertence ao faraó Sobekhotep Ier, foi descoberto na região de Sohag. A descoberta, feita por uma equipa de arqueólogos norte-americanos, tem mais de 3.800 anos e pesa cerca de 60 toneladas.
 
Em declarações à agência de notícias France-Presse (AFP), o Ministério das Antiguidades egípcias revelou que o túmulo foi descoberto há um ano mas só agora foi possível identificar a quem pertencia. 
 
A identidade foi descoberta depois dos investigadores da Universidade da Pensilvânia terem encontrado fragmentos de uma laje inscrita com o nome do faraó.

Segundo Mohamed Ibrahim, ministro das Antiguidades do Egito, “Sobekhotep Ier foi, provavelmente, o primeiro governador do Egito no início da 13.ª dinastia”.
 

A descoberta é considerada de grande importância pois não havia muitas informações sobre este faraó que “governou o Egito durante quatro anos e meio, o período mais longo de governação até à data”, afirmou Ayman El-Damarani, um oficial do ministério, à AFP.
 
A equipa norte-americana descobriu ainda restos de vasos de vísceras, que por tradição são utilizados para preservar os órgãos internos do corpo, e objetos de ouro que se julga terem pertencido ao faraó.

Notícia sugerida por Maria Nela e Raquel Baêta

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub