Ciência

Descoberto osso de um dos últimos homo erectus

NULL
Versão para impressão
Foi descoberto em França, numa gruta marítima situada em Lazaret no sudeste do país, o osso frontal de um homem com cerca de 170.000 anos, anunciou esta quarta-feira um grupo de cientistas.

O osso terá pertencido a um dos últimos Homo erectus, pelo que a descoberta poderá proporcionar importantes informações para entender a evolução de seu sucessor: o Homem de Neandertal.

O caçador nómada da Côte d'Azur francesa teria cerca de 25 anos quando morreu. Marie-Antoinette de Lumley, paleontóloga, explicou à AFP que conseguiram chegar à idade pelo facto de as suturas dentadas de seu osso frontal ainda não estarem soldadas.

“Com esta fronte, bastante baixa e esmagada, é possível ver uma parte do rosto”, acrescentou a cientista, que sublinhou a raridade da descoberta feita por um grupo de estudantes que participam nas escavações.

[Esta notícia foi sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório