Ciência

Descoberto gene que causa resistência da malária

Uma equipa internacional de cientistas liderada pelo português Paulo Cravo identificou o primeiro gene que provoca a resistência do parasita da malária à artemisinina, um composto extraído de uma planta, e que constitui, neste momento, o fármaco mai
Versão para impressão
Uma equipa internacional de cientistas liderada pelo português Pedro Cravo identificou o primeiro gene que provoca a resistência do parasita da malária à artemisinina, um composto extraído de uma planta, e que constitui, neste momento, o fármaco mais eficaz contra a doença.

Apesar dos casos de resistência serem raros – 90% dos pacientes são tratados com sucesso -, os cientistas estudaram os cinco mil genes do parasita e por fim anunciaram, na revista britânica BMC Genomics, a descoberta de um cujas mutações permitem ao agente patogénico resistir aos derivados da artemisinina.

Segundo Pedro Cravo, do Instituto de Higiene e Medicina Tropical de Lisboa, a descoberta foi feita num modelo animal da malária, neste caso num parasita que infecta ratinhos, revelou o geneticista ao jornal Público. Urge agora verificar se nos parasitas que infetaram seres humanos, e que resistiram aos tratamentos, também está implicado o mesmo gene.

As amostras destes parasitas estão a ser investigadas por uma estudante de doutoramento de Pedro Cravo, Gisela Henriques, na Faculdade de Higiene e Medicina Tropical de Londres.

Este avanço pode ajudar a travar a resistência do parasita à artemisinina, bem como à produção de novos e melhores fármacos.

A malária – ou paludismo – é uma infeção dos glóbulos vermelhos causada pelo plasmodium, um organismo unicelular.

O paludismo transmite-se através da picada do mosquito Anopheles fêmea infetado, por uma transfusão de sangue contaminado ou por uma injeção dada com uma agulha previamente utilizada numa pessoa infetada.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório