Ciência

Descoberta molécula que pode combater Alzheimer

Investigadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e da Universidade de Ciências Agrícolas da Suécia descobriram uma molécula que pode prevenir a multiplicação da proteína responsável pela doença de Alzheimer.
Versão para impressão
Investigadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e da Universidade de Ciências Agrícolas da Suécia descobriram uma molécula que pode prevenir a multiplicação da proteína responsável pela doença de Alzheimer.

A experiência foi feita com moscas da fruta desenhadas geneticamente para desenvolver uma condição equivalente ao Alzheimer, às quais foi aplicada uma molécula que se mostrou eficaz ao travar o processo tóxico.

Segundo a Lusa, após a investigação em tubos de ensaio, os investigadores concluíram ainda que a mesma molécula pode impedir que a proteína envolvida no desenvolvimento da doença de Alzheimer se agrupe no cérebro para formar placas amiloides.

O estudo vai ser publicado na revista PLoS Biology.

A doença de Alzheimer é neurodegenerativa e carateriza-se pela morte neuronal em algumas partes do cérebro, provocando a perda progressiva e irreversível da memória, desorientação espacial e temporal, confusão e problemas de raciocínio e pensamento.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório