Saúde

Demências: Beber leite pode proteger o cérebro

O consumo de leite pode ajudar a proteger o cérebro de patologias neurodegenerativas como a doença de Alzheimer ou Parkinson. A conclusão é de um novo estudo norte-americano.
Versão para impressão
O consumo de leite pode ajudar a proteger o cérebro de patologias neurodegenerativas como a doença de Alzheimer ou Parkinson. A conclusão é de um novo estudo norte-americano, que descobriu uma associação entre esta bebida e a produção, no organismo, de um antioxidante benéfico para aquele órgão em adultos saudáveis.
 
A investigação, desenvolvida por especialistas do Centro Médico da Universidade de Kansas, nos EUA, e cujos resultados foram publicados, em Fevereiro, na revista científica American Journal of Clinical Nutrition, sugere que pode haver mais vantagens associadas ao leite do que as que já eram conhecidas.
 
“Há muito tempo que acreditamos que o leite é muito importante para os ossos e os músculos e este estudo indica que pode ser igualmente importante para o cérebro”, afirma, em comunicado, Debra Sullivan, uma das investigadoras envolvidas no estudo, no qual participaram 60 voluntários.
 
Os participantes responderam a um questionário acerca da sua dieta e, poucos dias depois, foram submetidos a ressonâncias magnéticas que avaliaram os níveis de um antioxidante poderoso, a gluationa, nos tecidos cerebrais. 
 
No âmbito do estudo, os investigadores descobriram que aqueles que indicaram ter bebido leite recentemente apresentavam uma quantidade superior de glutationa no cérebro, o que pode contribuir para afastar o 'stress' oxidativo e os danos por ele causados, associados a uma série de doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer ou de Parkinson. 
 
“Podemos pensar nestes danos no cérebro como pensamos na acumulação de ferrugem no nosso carro. Se a deixarmos progredir, vai aumentar e vai afetar o seu funcionamento”, explica Sullivan, que acrescenta que o ideal para a obtenção dos níveis ótimos de glutationa será beber três copos de leite por dia. 

O próximo passo dos investigadores deverá ser a realização de um ensaio clínico controlado e aleatório que é necessário para determinar os efeitos precisos do consumo de leite no cérebro. 

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês). 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório