Fitness & Bem-estar

Cyberstalking: O que é? Como evitar?

O fenómeno do 'stalking' (perseguição) tem sido muito falado nos últimos anos. Está definido que este conceito engloba uma variedade de comportamentos, que constituem um padrão de abuso ou ameaça para com uma pessoa.
Versão para impressão
O fenómeno do 'stalking' (perseguição) tem sido muito falado nos últimos anos. Está definido que este conceito engloba uma variedade de comportamentos, que constituem um padrão de abuso ou ameaça para com uma pessoa. 

por Catarinha Cunha, Psicóloga Clínica

Os comportamentos de ameaça podem manifestar-se de forma directa ou indirecta, como por exemplo: seguir a pessoa, aparecer no seu emprego ou em sua casa sem ser convidado, fazer telefonemas ameaçadores, deixar mensagens escritas ou objectos para a pessoa encontrar ou vandalizar a sua propriedade.
 
Com o desenvolvimento das tecnologias de comunicação, principalmente com a globalização e impunibilidade da Internet, o stalking tem ganho novos contornos – neste campo estamos a falar de cyberstalking.

O cyberstalking é um tipo de stalking realizado através da Internet e dos meios de comunicação neles existentes (por exemplo, em redes sociais como o Facebook ou o Twitter), e que pode espelhar os vários padrões de comportamento acima descritos, de abuso ou ameaça à integridade da pessoa. Este é um fenómeno crescente do nosso século, que ocorre maioritariamente entre os mais jovens, independentemente do seu sexo.


Os estudos têm revelado que o principal motivador para o cyberstalking é o interesse amoroso por uma pessoa. Quando não correspondido, pode insurgir este género de comportamentos de perseguição e ameaça, que podem variar de mais a menos ofensivos (não descartando que são todos, de igual forma, um meio de ultrapassar os limites do outro), podendo culminar em ameaças de morte, chantagem ou a revelação de imagens, vídeos ou segredos da outra pessoa para toda a comunidade cibernauta. 

Um grande problema relacionado com o cyberstalking é a inexistência de uma regulamentação legal da Internet – isto significa que quando estamos online temos poder para fazer ou dizer tudo o que quisermos. Embora seja uma das maravilhas deste meio de comunicação, acaba também por ser o seu maior defeito, uma vez que dá total liberdade para os cyberstalkers perseguirem e ameaçarem as suas vítimas. 
 
Aqui ficam algumas dicas para evitar o cyberstalking:

1. Vigie a acessibilidade do seu computador, quer seja fisicamente, quer seja através da Internet. Por exemplo, perceba se alguém no seu local de trabalho ou na escola pode ter acesso à sua informação, ou se tem um anti-vírus adequado. 
2. Confirme que faz sempre o log out das suas contas em computadores partilhados ou quando deixa o seu computador num espaço com outras pessoas. 
3. Altere frequentemente as suas passwords e não as partilhe com as outras pessoas.
4. Pesquise o seu nome e da sua família em motores de busca (e.g. Google) ou nas redes sociais e veja o que está disponível para todo o mundo conhecer. Assim pode tentar controlar o que quer retirar da web ou não. 
5. Apague ou coloque em privado quaisquer calendários, eventos ou itinerários de viagem, pois podem dar informação para o seu stalker o perseguir. 
6. Não revele demasiada informação pessoal na internet, por exemplo na sua página de Facebook, tais como número de telefone, morada de casa ou morada do emprego. 
7. Passe a mensagem! Ensine e fale abertamente sobre o que é o stalking e o cyberstalking com os seus filhos ou sobrinhos. O mais importante é ganhar consciência sobre o tema, dado que pode afectar qualquer pessoa – especialmente os mais jovens. 

Se já for vítima de cyberstalking ficam aqui as 3 conselhos

Fale com os seus familiares e amigos! Para além de lhe poderem dar apoio e conforto, é importante que elas também tenham cuidado com as coisas que publicam online sobre si.
Guarde provas de que está a ser perseguido/a ou ameaçado/a para poder apresentar queixa à polícia.
Procure ajuda psicológica – é muito comum que vítimas de stalking se sintam deprimidas, ansiosas, zangadas, e se isolem dos seus amigos e família. Não siga esse caminho, pois não lhe trará benefícios. Procure a ajuda de um profissional que o acompanhe durante este processo difícil. 

___________________________________________________
 

Para saber mais sobre este projeto visite www.oficinadepsicologia.com ou http://www.facebook.com/oficinadepsicologia

Image and video hosting by TinyPic

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório