Cultura

Curta: Realizadora portuguesa selecionada para Cannes

A curta-metragem portuguesa 'A Caça Revoluções', da realizadora Margarida Rêgo, foi selecionada para integrar a Quinzena dos Realizadores, em Cannes. A mesma irá decorrer em Maio, paralelamente ao Festival de Cinema daquela cidade do sul de França.
Versão para impressão
A curta-metragem portuguesa 'A Caça Revoluções', da realizadora Margarida Rêgo, foi selecionada para integrar a Quinzena dos Realizadores, em Cannes. A mesma irá decorrer em Maio, paralelamente ao Festival de Cinema daquela cidade do sul de França.
 
Trata-se de uma animação experimental sobre fotografia e é o primeiro filme de Margarida Rêgo. O filme tem como mote a revolução de Abril de 1974, sendo que a ação decorre a partir de uma fotografia tirada naquela altura. 
 
Segundo a sinopse apresentada, a realizadora “tenta entrar nessa fotografia à procura de um país, tal como quem quer entrar dentro de um tempo em que não viveu para perceber o que significa fazer parte de uma revolução ou o que significa lutar por um país”. 
 
É como se “pensasse que poderia agarrar a liberdade se a caçasse”, nos comícios, nas canções e nos poemas. A curta-metragem inclui também sons de manifestações, “vivas pela revolução e uma descrição dos acontecimentos pelo jornalista Adelino Gomes, há quarenta anos”. 

“É um encontro entre dois países, entre duas lutas e entre duas pessoas que procuram a transformação de um país”, acrescenta a sinopse. “É o tentar entrar, transformar e redesenhar sobre um passado, como se dele pudesse tirar vida”. 
 

No final de 'A Caça Revoluções', é possível ler que o filme é dedicado a “todas as pessoas que acreditam na possibilidade de um país diferente”. O mesmo é coproduzido pelo Royal College of Art, onde a realizadora se encontra, atualmente, em formação, na área da comunicação visual. 

Antes de ser exibido na prestigiada Quinzena de Realizadores, a decorrer de 15 a 25 de Maio, em Cannes, a curta integrará a competição do festival IndieLisboa, cujo arranque está marcado para esta quinta-feira. 
 
Criada pela Sociedadade dos Realizadores de Cinema com o objetivo “de descobrir filmes de jovens autores e de distinguir a obra de realizadores conhecidos”, a Quinzena dos Realizadores vai também contar com o filme brasileiro 'Sem Coração', de Tião e Nara Normande.
 
Na secção de longas-metragens, o destaque vai para os filmes de Fredrik Wiseman, Bruno Dumont, Tobe Hooper e John Boorman. 

Notícia sugerida por Elsa Fonseca

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub