Sociedade

Criminalidade teve baixa ligeira em 2010

O novo diretor nacional da PSP, Guedes da Silva, revelou na cerimónia de tomada de posse do cargo, esta segunda-feira, que houve um "ligeiro abaixamento" da criminalidade geral em 2010.
Versão para impressão
O novo diretor nacional da PSP, Guedes da Silva, revelou na cerimónia de tomada de posse do cargo, esta segunda-feira, que houve um “ligeiro abaixamento” da criminalidade geral em 2010.

A conclusão integra o próximo Relatório Anual de Segurança Interna que será conhecido no fim desta semana. Guedes da Silva adiantou ainda que a criminalidade grave e violenta foi “contida”, e mantém-se nos níveis de 2009, quando representou cerca de 6% do crime praticado em Portugal.

Em declarações aos jornalistas após a cerimónia de posse, no Ministério da Administração Interna, em Lisboa, Guedes da Silva afirmou que assume o cargo “numa época que exige diálogo permanente e adaptação ao contexto sócio-económico”.

Quanto à contenção orçamental imposta pela austeridade financeira, Guedes da Silva afirmou que este ano a PSP vai ter um “abrandamento de gastos” com que se espera uma poupança de 4,5 milhões de euros.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub