Mundo

Crianças "especiais" inspiram bonecas com deficiência

A empresa britânica de brinquedos MakiesLab acaba de lançar uma linha de bonecas inspirada em crianças "especiais". As novas "Makies", como são conhecidas, vêm acompanhadas de acessórios como aparelhos auditivos ou muletas.
Versão para impressão
A empresa britânica de brinquedos MakiesLab acaba de lançar uma linha de bonecas inspirada em crianças “especiais”. As novas “Makies”, como são conhecidas, vêm acompanhadas de acessórios como aparelhos auditivos ou muletas e podem ser personalizadas para imitar caraterísticas faciais individuais como manchas ou cicatrizes.
 
A criação desta linha de bonecas inovadora pensada, especialmente, para crianças com deficiências físicas, nasceu em sequência da campanha “Toy Like Me”, que, há poucas semanas, surgiu no Facebook pela mão de um conjunto de pais que ambicionam “uma representação positiva da deficiência através dos brinquedos”.
 
A marca inglesa – a primeira no mundo a fabricar bonecos totalmente customizáveis com recurso a impressoras 3D – decidiu, então, responder ao apelo, “criando, em poucos dias, graças à impressão a três dimensões, uma seleção de acessórios” para as 'Makies' que representam diferentes limitações físicas.
 
Por enquanto, esta seleção é ainda reduzida, mas, em comunicado, a MakieLab revela que está já a experimentar pôr em prática “a colocação [nas bonecas] de caraterísticas faciais a pedido” e a trabalhar para criar “uma cadeira de rodas” em miniatura para as 'Makies'.

O próximo passo da empresa será a criação de uma cadeira de rodas para juntar à linha de acessórios inclusivos. © MakiesLab
 

A rapidez do processo tem sido possível, explica a empresa, porque a produção é feita “localmente e de forma personalizada”. “É fantástico que o nosso processo de manufatura nos permita responder a uma necessidade que não é satisfeita pelas fabricantes de brinquedos tradicionais”, afirma Matthew Wiggins, responsável da marca.
 
“Esperamos conseguir fazer as crianças e os seus pais muito felizes com estes acessórios inclusivos”, acrescenta Wiggins, adiantando que uma seleção mais ampla de acessórios para as bonecas deverá chegar nas próximas semanas.

Depois desta primeira conquista, os pais que têm trabalhado no sentido da introdução no mercado de brinquedos com que os filhos se identifiquem esperam conseguir chegar a outras grandes marcas como a Mattel, fabricante da Barbie, ou a Playmobil.

Clique AQUI para aceder à página da campanha “Toy Like Me” (em inglês) e saber mais sobre a iniciativa.

Notícia sugerida por Patrícia Guedes

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório