Ambiente

CPLP cria Centro de Investigação climática

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) vai criar um Centro Internacional de Investigação Climática e Aplicações para os Países de Língua Portuguesa e de África (CIICLAA).
Versão para impressão
A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) vai criar um Centro Internacional de Investigação Climática e Aplicações para os Países de Língua Portuguesa e de África (CIICLAA).

A sede do CIICLAA será em Cabo Verde e terá “uma importância estratégica para o estudo do clima nas regiões dos Oceanos Atlântico e Índico”, segundo explica ao jornal Expresso Sérgio Ferreira, um dos dinamizadores do projeto.
 
Há cinco programas de investigação previstos pelo CIICLAA: “Redução do risco de catástrofes naturais na CPLP”, “Aplicações de deteção remota à gestão dos recursos naturais”, “Papel da floresta no sequestro de carbono e sua relação com as alterações climáticas regionais”, “Energia e clima”, e “Clima e segurança alimentar”.

Para suportar as atividades do centro de investigação será constituído o Fundo de Investigação Climática, com um orçamento de cinco milhões de euros, que será financiado maioritariamente por receitas dos projetos e por fontes internacionais.

João Corte Real, experiente climatologista português, e outro dos dinamizadores do projeto do CIICLAA, defende que “existe capacidade técnica e científica na CPLP para desenvolver programas e projetos internacionais na área do clima”.

A Organização Meterológica Mundial já prometeu apoiar o futuro centro.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório