Negócios e Empreendorismo

Corticeira Amorim em comboios de alta velocidade

NULL
Versão para impressão
A Amorim Cork vai integrar o consórcio que irá desenvolver o projeto EcoTrain, cujo objetivo é criar novos componentes de compósitos de cortiça para aplicar em comboios de muito alta velocidade.
 
O EcoTrain conta com um investimento de cerca de 900 mil euros, e tem como objetivo desenvolver soluções mais ecoeficientes, leves e confortáveis para comboios de última geração. Assim, a cortiça poderá ser usada em pisos, painéis laterais e divisórias dos comboios.
 
De acordo com a Amorim, a utilização desta matéria-prima sustentável no setor ferroviário permitirá atingir diferentes objetivos estratégicos, como a “redução das emissões de CO2 e do recurso a matérias-primas fósseis e o aumento do conforto térmico e acústico”.
 
Esta inovação em conformidade com o novo quadro normativo Europeu para a indústria ferroviária permitirá ainda aumentar o valor das exportações de um recurso natural fundamental para a economia nacional, contribuindo, ao mesmo tempo, para a valorização do montado de sobro.
 
O recurso à cortiça para este fim deve-se, segundo a empresa, ao “desempenho térmico e acústico, resistência ao fogo, manutenção de todas as qualidades ao longo da sua vida útil e à elevada resistência ao desgaste”, bem como às “inúmeras vantagens ambientais que advêm da sua utilização”.

Para além da Amorim Cork Composites, constituem o consórcio EcoTrain a Alstom Portugal, o Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ) e o Polo de Inovação em Engenharia de Polímeros (PIEP).

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes e Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório