Fitness & Bem-estar

Corte e costura na nova animação portuguesa

Linhas, agulhas e alguns metros de tecido são as matérias-primas que deram origem às personagens Ema e Gui, os protagonistas da primeira série de animação portuguesa que se estreia este mês em Portugal e em Espanha. A série demorou seis anos a produz
Versão para impressão
Linhas, agulhas e alguns metros de tecido são as matérias-primas que deram origem às personagens Ema e Gui, os protagonistas da primeira série de animação portuguesa que se estreia este mês em Portugal e em Espanha. A série demorou seis anos a produzir e está dobrada para inglês e espanhol.

Esta é a primeira série de animação em Portugal a recorrer a tecido para a criação de imagens animadas, um material que se junta, por exemplo, à plasticina ou ao cartão, já utilizados noutras produções nacionais.

Com 52 episódios, cada um com sete minutos de duração, a série é protagonizada por uma menina de cinco anos que, com as suas botas mágicas, entra num mundo onde habita Gui, um amigo imaginário, com quem parte à aventura dentro de uma chávena.

Ao longo dos episódios, Ema e Gui ajudam-se a resolver os problemas um do outro, o que faz com que a menina consiga adaptar-se ao mundo real e a fazer novos amigos.

O realizador Nuno Beato e a guionista Marisa Pott queriam fazer uma série que ajudasse a desenvolver a imaginação das crianças, por defenderem que o que existe no mercado está mais direcionado para uma vertente didática.

“Cheguei ao ponto de ouvir na televisão [numa série] uma personagem dizer à outra: `a magia não existe´ e isso chocou-me um bocadinho. O que guardamos de mais interessante da infância é podermos sonhar e acreditar naquilo que imaginamos. “Ema & Gui” tenta ir buscar esse conceito”, explicou Nuno Beato à agência Lusa.

Os 52 episódios – direcionados para crianças entre os 04 e os 07 anos – são o somatório de muitas horas de trabalho, primeiro por parte da ilustradora Rosa Baptista, que alinhavou, coseu e bordou várias pranchas de cenários em tecido e deu textura a Ema, Gui e às restantes personagens.

As peças de tecido foram depois digitalizadas e animadas em computador, seguindo-se meses de minúcia na composição e montagem para as histórias finais por uma equipa de 15 pessoas.

A série demorou seis anos desde que Nuno Beato pensou na ideia até à concretização final, nos espaços da produtora Sardinha em Lata, às portas de Lisboa.

Pelo meio conseguiram financiamento por parte de uma produtora espanhola, da RTP e do Instituto do Cinema e Audiovisual, estando prevista ainda a exibição no canal Panda.

A produtora está também em contacto com vários países para uma distribuição internacional da série, que está já dobrada em inglês e espanhol.

A série “Ema & Gui” tem assinatura do realizador Nuno Beato, história de Marisa Pott, ilustrações em tecido de Rosa Baptista e poderá ser vista a partir de dia 20 na RTP2.

Em Espanha, país que co-produziu a série, os primeiros episódios começam a ser exibidos já a partir do dia 7 na televisão da Catalunha.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório