Cultura

Companhia de teatro lusa leva três peças à Rússia

A companhia Teatro Meridional esteve na semana passada em São Petersburgo, na Rússia, para receber o Prémio Europeu de Novas Realidades Teatrais e para apresentar três das suas criações mais recentes, noticia a agência Lusa.
Versão para impressão
A companhia Teatro Meridional esteve na semana passada em São Petersburgo, na Rússia, para receber o Prémio Europeu de Novas Realidades Teatrais e para apresentar três das suas criações mais recentes, noticia a agência Lusa.

“Contos em Viagem – Cabo Verde” e “1974” foram duas das peças levadas pelo Teatro Meridional aos palcos russos. A primeira foi um êxito entre o público e a crítica; a última, com base na dramaturgia de Francisco Luís Parreira e na música original de José Mário Branco, parte do discurso narrativo de três períodos da História de Portugal do último século: ditadura, Revolução de Abril e entrada na Comunidade Económica Europeia.

Aquando da sua estreia em Portugal, em novembro de 2010, o trabalho foi descrito como “uma parábola sobre a efemeridade do sonho”, segundo Miguel Seabra, diretor artístico do Teatro Meridional e criador de “1974”, em parceria com Natália Luiza.

Em São Petersburgo foram ainda apresentadas cenas de “Especialistas”, um trabalho em construção permanente que constitui, segundo a companhia, um pretexto para abordar um mecanismo das nossas sociedades que transforma o exercício da democracia num fenómeno muito semelhante ao da configuração das ditaduras.

Além de Miguel Seabra e Natália Luiza, estiveram presentes na XIV edição do Prémio Europeu de Teatro responsáveis de outros teatros lisboetas, como a presidente do conselho de administração do Teatro Nacional D. Maria II, e o novo diretor artístico do Teatro Municipal São Luiz.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub