Ambiente

Companhia cria viagens de avião só para animais

NULL
Versão para impressão
Nos Estados Unidos, existe uma companhia aérea que transporta unicamente animais domésticos. A empresa foi criada por Dan Wiesel e Alysa Binder que queriam facilitar o acesso do seu animal de estimação, um cão de raça Jack Russell Terrier, às viagens de avião.

Além de facilitar a vida dos donos, a nova companhia pretende garantir a segurança e o conforto dos animais que voam. Recentemente, no Brasil, morreu um cão de raça Pug devido a uma paragem cardiorespiratória durante uma viagem de São Paulo a Vitória. A morte ocorreu porque o cão ficou mais de 10 horas trancado num local fechado juntamente com as bagagens.

Com a Petairways estas situações serão evitadas. A empresa trata de tudo aquilo que está ligado ao transporte dos animais de estimação, desde o check-in, até ao desembarque no local de destino. O serviço existe em nove aeroportos dos Estados Unidos e é feito pela companhia Beechcraft 1900.

Os aviões têm turbo-hélice e são usados em voos comerciais por empresas como a US Air Continental. O que muda é a disposição das poltronas que, no serviço com os animais, são substituídas por gaiolas individuais.

Os donos satisfeitos são cada vez mais, lê-se no site da Petairways. “Ontem fui buscar o meu Arthur. Ele estava muito feliz e limpo e nada traumatizado da viagem. Isso é um indicador impressionante do cuidado que eles recebem”, lê-se numa das muitas mensagens expostas no site da companhia.

A bordo estão comissárias de bordo “amigas dos animais” e uma equipa de cinco veterinários que garantem o bem-estar dos animais. De 15 em 15 minutos é servida água fresca e ração.

Durante as viagens os animais viajam sozinhos, sem o dono. Os donos preocupados podem acompanhar a viagem dos seus companheiros através da internet, onde são disponibilizados vídeos.

Os animais são recebidos no momento do check-in com um “Pet Lounge” e quando chegam ao destino são entregues em mão ao dono.

Para poderem viajar na Petairways os donos têm de confirmar o historial de vacinas dos animais e o seu estado de saúde. Caso precise de alguma medicação, esta é entregue aos comissários de bordo. Devem ainda ser dadas informações sobre o peso, altura, idade e raça do animal antes de comprar a passagem, para que a companhia escolha o transportador apto a cada animal.

Os preços dos bilhetes variam entre os 100 e os 250 dólares e podem ser adquiridos na internet. As cidades em que o serviço está disponível são Atlanta, Baltimore/Washington, Chicago, Denver. Fort Lauderdale, Hawthorne/Los Angeles, New York, Omaha e Phoenix.

[Notícis sugerida por Mafalda Almeida].

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório