Ambiente

Clima: Ilha Graciosa integra programa internacional

A Ilha Graciosa vai passar a integrar, de forma permanente, o programa internacional ARM que estuda o impacto das radiações e das nuvens no clima.
Versão para impressão
A Ilha Graciosa vai passar a integrar, de forma permanente, o programa internacional ARM (Atmospheric Radiation Measurement), que estuda o impacto das radiações e das nuvens nos modelos climáticos.
 
A Estação de Investigação Climática para Medição da Radiação Atmosférica situada na ilha foi instalada em 2009 para aproveitar a localização estratégica dos Açores e a sua centralidade no Atlântico Norte e agora reforça o seu estatuto, noticia a Lusa.
 
“Este projeto, como outros da mesma natureza, aproximam os Açores de novos pólos de investigação e fazem do arquipélago uma plataforma de cruzamento de saberes e experiências, que podem e devem ser transferidos para o desenvolvimento regional”, salientou José Contente, secretário geral de Ciência e Tecnologia, em declarações à Lusa.
 
Uma vez que se situa no Atlântico, a Graciosa oferece boas possibilidades de realizar importantes observações de longa duração sobre as nuvens marinhas para serem, depois, usadas pelos cientistas para testar e validar simulações em computador. 
 
A estação situada na ilha açoriana é uma das cinco escolhidas para participar no programa a nível mundial e envolve um investimento anual de dois milhões de euros. Os dados obtidos no local são disponibilizados a cientistas e investigadores de todo o mundo via Internet.
 
O programa ARM foi lançado em 1990 pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos da América (EUA).

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub