Ciência

Cientistas descobrem gelo em asteróide

Investigadores da Universidade Johns Hopkins e da Universidade Central da Flórida nos EUA observaram através de um telescópio de infra-vermelhos da NASA, no Havai, um asteróide coberto por gelo e material orgânico, principalmente carbono.

Versão para impressão
Investigadores da Universidade Johns Hopkins e da Universidade Central da Flórida observaram através de um telescópio de infra-vermelhos da NASA, no Havai, um asteróide coberto por gelo e material orgânico, principalmente carbono.

 Denominado “24 Themis” o asteróide orbita entre Marte e Júpiter e dá força à teoria de que foram os asteróides a distribuir os ingredientes que tornaram possível a vida na Terra, como explica o site CiênciaHoje.pt.

A descoberta de água gelada em “24 Themis” é “uma surpresa” para os investigadores, já que a superfície do asteróide é “demasiado quente” devido à sua proximidade com o sol para manter aquela camada de gelo durante muito tempo.

A melhor explicação é que “esse gelo deve ser muito abundante no interior daquele asteróide e, possivelmente, no interior de muitos outros”, adiantou Joshua Emery.

“A água gelada pode ser mais frequente nos asteróides do que se pensava e ela pode até estar no seu interior”, explicam os astrónomos Andrew Rivkin e Joshua Emery no artigo publicado na revista Nature.

Os cientistas esperam agora perceber se a característica é comum a outros asteróides, e sobretudo perceber que impacto têm na origem da vida e do sistema solar.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório