Cultura

Ciclo de cinema sobre Trás-os-Montes em Bragança

De 1 a 4 de setembro, serão exibidos oito filmes sobre Trás-os-Montes, no edifício e nos jardins do Museu Regional Abade de Baçal, em Bragança, na presença de alguns dos realizadores - é o caso de Manoel de Oliveira e Pedro Sena Nunes. A entrada é gr
Versão para impressão
De 1 a 4 de setembro, serão exibidos oito filmes sobre Trás-os-Montes, no edifício e nos jardins do Museu Regional Abade de Baçal, em Bragança, na presença de alguns dos realizadores – é o caso de Manoel de Oliveira e Pedro Sena Nunes. A entrada é gratuita.

Diariamente, os espetadores podem contar com duas sessões, sendo uma ao final da tarde e outra durante a noite.

O ciclo é inaugurado com o filme “Máscaras”, de Noémia Delgado, no mesmo dia em que passa “Sabores”, de Regina Guimarães e Saguenail, também convidados. Manoel de Oliveira assiste, na quinta-feira, à exibição de “Ato de Primavera”, no mesmo dia em que passa, à tarde, “Matar Saudades”, de Fernando Lopes.

No terceiro dia de exibições, Pedro Sena Nunes marcará presença com o filme “Margens”, a anteceder as “Veredas” de João César Monteiro. A fechar o ciclo de cinema, sábado, são exibidos “Terra Fria”, de António Campos, e “Ana”, de António Reis e Margarida Cordeiro.

“Abrir o museu à comunidade e introduzir novas linguagens” é o propósito desta oferta, em que o público é também desafiado a refletir sobre a identidade transmontana retratada nestes dois patrimónios, o cinematográfico e o museológico, explica a diretora do Museu Abade de Baçal, Ana Maria Afonso.

O Museu Regional do Abade de Baçal está instalado em plena zona histórica de Bragança e o seu acervo foi aumentado, há nove anos, com uma coleção de máscaras transmontanas, símbolos das tradicionais festas dos rapazes no Natal e Carnaval.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório