Mundo

China usa GPS para combater rapto infantil

Numa tentativa de reduzir os 200 mil casos de desaparecimentos que todos os anos ocorrem nas escolas de Pequim, a Cruz Vermelha vai distribuir 20 mil telemóveis com tecnologia GPS aos estudantes do ensino primário e básico, já durante esta semana.
Versão para impressão
Numa tentativa de reduzir os 200 mil casos de desaparecimentos que todos os anos ocorrem nas escolas de Pequim, a Cruz Vermelha vai distribuir 20 mil telemóveis com tecnologia GPS aos estudantes do ensino primário e básico, já durante esta semana.

O aparelho pode ser usado como um relógio de pulso e será entregue aos estudantes de forma gratuita. Segundo a Cruz Vermelha de Pequim, citada pela AFP, os pais apenas terão de pagar uma taxa de utilização de serviço de aproximadamente 93 euros em dois anos.

“Esta iniciativa visa melhorar a segurança das crianças em Pequim, numa altura em que a violência no meio escolar parece estar a aumentar”, referiu Liu Quan, um dos coordenadores deste programa de proteção infantil, em declarações ao jornal Global Times.

De facto, entre os meses de março e maio do ano passado, registaram-se, pelo menos, cinco ataques em escolas chinesas – 17 pessoas morreram, entre elas 15 crianças, e mais de 80 ficaram feridas.

Espera-se que este ano sejam distribuídos 100 mil telemóveis com GPS aos estudantes e, para evitar que os aparelhos causem problemas de atenção na sala de aula, será proibido usá-los durante as aulas, exceto em casos de emergência.

[Notícia sugerida pela utilizadora Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub