Ambiente

Central mini-hídrica no açude de Abrantes

O açude insuflável construído no rio Tejo, na zona de Abrantes, vai acolher uma central minihídrica para aproveitamento hidroelétrico, com uma potência estimada de 10 MW, utilizando o recurso da água, anunciou a autarquia na segunda feira.
Versão para impressão
O açude insuflável construído no rio Tejo, na zona de Abrantes, vai acolher uma central minihídrica para aproveitamento hidroelétrico, com uma potência estimada de 10 MW, utilizando o recurso da água, anunciou a autarquia na segunda feira.

A iniciativa foi dinamizada pela Administração da Região Hidrográfica do Tejo (ARH – Tejo) que lançou um concurso público para a concessão e construção de mini-hídricas para a produção de energia elétrica turbinada, aproveitando o desnível natural do curso de água ali existente.

No caso particular de Abrantes, a instalação da mini-hídrica seria ainda mais rentável já que, tal como frisa a presidente da autarquia, trata-se do “único [local] em que já existe uma estrutura física”.

Maria do Céu Albuquerque adianta ainda à agência Lusa que a central, além de valorizar a rentabilidade do açude, constituirá uma receita para o município e possibilita a criação de alguns postos de trabalho.

As mini-hídricas produzem, neste momento, 16 % do total de energia elétrica gerada em Portugal.

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório